menú responsive
AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

Programa ProSub

Cortes no orçamento no Brasil retardou a construção de Itaguaí Base Naval

ProSub Itaguai1

13/07/2011

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Belo Horizonte (Brasil) - Um ambicioso programa de cooperação militar firmado em setembro de 2009 pelo Brasil e pela França visando à construção de novos submarinos para a Marinha do Brasil demonstra uma clara percepção, por parte dos estrategistas brasileiros, das potencialidades políticas e diplomáticas advindas da posse e manutenção deste tipo de arma. No entanto, os cortes nos gastos do atual governo Dilma, anunciados no final do primeiro trimestre deste ano, implicaram em redução orçamentária prevista para 2011, de R$2,1 bilhões para R$1,5 bilhões, o que afetou diretamente as obras de construção da Base Naval e Estaleiro de Itaguaí, futuramente o maior complexo de submarinos do hemisfério sul e parte fundamental do Programa de Desenvolvimento do Submarino Nuclear Brasileiro (SN-BR).

As instalações em construção distribuem-se em três setores: unidade de fabricação de estruturas metálicas, área sul, incluindo a Base Naval e o Estaleiro, a Base Naval norte

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje