menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Declarações polêmicas

O ministro brasileiro da Defesa Nelson Jobim, sua renúncia e será substituído por Celso Amorim

NelsonJobim Brasil

05/08/2011

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Belo Horizonte (Brasil) A repercussão negativa que as declarações de Nélson Jobim causaram dentro do governo, especialmente após o mesmo assumir que votou no adversário de Dilma Rousseff nas eleições presidenciais de 2010 (o candidato José Serra) chegou ao seu clímax nesta quinta feira, três de agosto, quando foi anunciada a sua exoneração. Segundo a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Jobim será substituído pelo ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim no Ministério das Relações Exteriores durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, entre 2003 e 2010.

Em entrevista a uma revista de circulação nacional, o então Ministro da Defesa fez duras críticas a duas ministras da equipe montada pela Presidente Dilma e que ocupam cargos de confiança. Segundo Jobim A Ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvati, é fraquinha, e Gleisi Hoffmann, Ministra-Chefe da Casa Civil, não conhece Brasília", palavras que teriam irritado profundamente a

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje