menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

30 dias de atividades militares

Forças Armadas do Brasil concluiu Operação Agatha na região de fronteira com a Colômbia

OperacionAgata

30/08/2011

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Belo Horizonte (Brasil) - Contando quase 30 dias contínuos de pesadas atividades militares na região de fronteira entre o Brasil e a Colômbia, inclusive com emprego de armamento real, a Operação Ágata marca o início da nova década do século com a consolidação do SIVAM (Sistema de Vigilância da Amazônia), uma intricada rede de radares, sensores meteorológicos, comunicações digitais por satélites, conhecimento de avançados softwares de controle aéreo e outras facilidades tecnológicas ficaram disponíveis aos militares brasileiros.

Progressivamente, desde meados dos anos 90, o Brasil absorveu os ensinamentos da operação do sistema, e paralelamente, procurou renovar sua aviação de transporte, melhorar pistas de pouso e transferir mais tropas para a região amazônica, num lento e constante processo de envio de unidades de infantaria e logística, aviões de caça supersônicos e novos helicópteros de transporte, ataque e assalto, além de tropas de Fuzileiros Navais, novas embarcações fluviais e melhorias

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje