menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Após o sucesso nos EUA

Embraer pretende vender o Super Tucano para nações da OTAN/NATO

supertucano

18/01/2012

(Infodefensa.com) São Paulo - A Embraer espera vender seu caça leve Super Tucano para os países da OTAN após concluir a venda de 20 unidades do modelo para o Governo dos Estados Unidos. O próximo passo da empresa visa obter contratos de venda em todo o mundo.

Luiz Carlos Aguiar, CEO da Embraer Defesa e Segurança (EDS), disse à Reuters "quando você está vendendo e se está no pico de demanda de clientes pelo planeta, vender para os EUA são uma vitrine". Assim, "isso naturalmente abre as portas dos países da OTAN para as nossas aeronaves" afinal os Estados Unidos mantém inúmeras operações conjuntas com nações européias e suas compras costumam influir nas decisões de outros países.

Semanas depois de ganhar o seu primeiro contrato com o governo dos EUA, Aguiar disse que já estão sendo testados pelo menos três outros projetos para as Forças Armadas do país norte-americano, a EDS segue

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje