AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Río de Janerio

Começa OPV Latin America, evento discute o reequipamento das Armadas sul americanas

21/05/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo – Hoje começa OPV Latin America, no Rio de Janerio. O mercado naval de defesa sul americano acompanha atentamente as decisões que o Programa de Articulação e Equipamento da Marinha do Brasil (PAEMB) deverá tomar em breve, especialmente no caso do Prosuper, destinado a repor meios de superfície como escoltas, patrulhas e navios logísticos multi-emprego. As decisões brasileiras, especialmente no que se refere ao esforço industrial que está sendo arquitetado para levar em frente estes contratos, sedimentarão o caminho a ser seguido por algumas marinhas do continente.

Os três dias de evento (21, 22 e 23 de maio) reúnem na sua programação importantes estaleiros e construtores navais internacionais e brasileiros, autoridades da Marinha Brasileira diretamente ligados aos programas de pesquisa e desenvolvimento, engenharia e produção de meios navais, e representantes de países que vem ampliando seu intercâmbio na aquisição de material de defesa com o Brasil, como por exemplo, a Colômbia. O encontro recebe ainda a presença da Marinha e Guarda Costeira norte-americana, de autoridades das forças armadas do Equador, Marinha do Peru, Guarda Costeira de Trinidad e Tobago, Real Marinha Holandesa, Marinha do Chile e Marinha da Espanha.

Os grandes grupos internacionais, detentores das tecnologias vitais para o sucesso dos programas ora em planejamento, buscam se associar com grupos regionais para garantir a sua entrada bem sucedida no mercado. A Engeprom é a empresa brasileira responsável, em conjunto com instituições como a Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), por coordenar este intricado quadro de esforços da indústria naval de defesa. Pelo Brasil, estarão presentes grandes grupos como os estaleiros INACE, Mauá, EISA e Rio Grande, além da presença dos estaleiros internacionais como Damem Shipyards, Fincantieri, Fassmer, Navantia, e empresas de forte tradição na área naval como BAE Systems, Raytheon Company, Saab AB, Imtech Marine, STX Canada Marine, MTU, Northrop-Grumman, Sperry Marine, Austal, dentre outras.

Os temas propostos abordam o projeto e construção de patrulha oceânicos e outros tipos de navios, integração de sistemas de comando e controle de embarcações, desenvolvimento de sistemas de armas e sensores, gerenciamento de processos construtivos, troca de informações e experiências na condução de programas complexos de construção naval, definição de áreas de investimento em pesquisa & desenvolvimento, etc. Ao final, duas rodas de debates focadas em inserção regional e novos nichos de investimentos servirão para permitir aos participantes uma ampla visão das necessidades do mercado naval de defesa na América do Sul nas próximas décadas.

O Offshore Patrol Vasel Latin America será aberto nesta segunda feira pelo contra-almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar, coordenador do Programa de Renovação da Frota da Marinha do Brasil, que falará sobre parcerias comerciais e desenvolvimentos futuros. A programação completa dos três dias de evento pode ser acessada, em português, clicando aqui.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje