AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

OPV Latin America

EMGEPRON desenvolve novas versões do sistema de controle tático SICONTA para o programa PROSUPER

24/05/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Rio de Janeiro - A Empresa Gerencial de Projetos Navais - Emgepron é uma organização pública, criada em 1982 e vinculada ao Ministério da Defesa por intermédio do Comando da Marinha do Brasil. Um dos carros chefe, O SICONTA, é um sistema de controle tático embarcado que possui um elevado grau de modularidade, sendo configurável para instalação em praticamente qualquer tipo de navio ou submarino, conforme pedido do usuário. O setor de P&D já está trabalhando em novas versões do SICONTA, customizadas para atender aos requerimentos do PROSUPER, explica o contra-almirante Roberio da Cunha Coutinho, diretor técnico e comercial da empresa durante a conferencia OPV Latin America 2012 no Rio de Janeiro.

Emgepron atua na gerência de projetos, contratada pela MB, e também na comercialização de produtos e serviços disponibilizados pelo setor naval da indústria da defesa nacional, incluindo embarcações militares, reparos navais, sistemas de combate embarcados, munição de artilharia, serviços oceanográficos e apoio logístico, entre outros. Para apresentar estes e outros temas, o OPV Latin America 2012 recebeu como palestrante o contra-almirante Da Cunha.

“Na atualidade, a Engeprom congrega mais de 120 parceiros em suas atividades no Brasil. Somos uma empresa estatal independente economicamente, em 2011 registramos um faturamento de U$ 180 milhões”, diz o contra-almirante.

A estréia da primeira versão se deu a bordo do NAeL Minas Gerais, e na atualidade, a versão traço cinco está sendo utilizada nos novos navios patrulha de 500 toneladas da classe Macaé. Os Macaé tem como missão a fiscalização das águas jurisdicionais brasileiras, desenvolvendo atividades de patrulha naval, inspeção naval, salvaguarda da vida humana no mar, fiscalização de poluição marítima e proteção dos campos de petróleo, além de contribuir para a segurança do tráfego marítimo nacional.

“Destes, dois já foram entregues e a previsão é de que o projeto alcance a marca de 27 unidades fabricadas nos estaleiros INACE e EISA”, explica Da Cunha, “o setor de P&D já está trabalhando em novas versões do SICONTA, customizadas para atender aos requerimentos do PROSUPER, programa onde a Engeprom tem um destacado papel. Além dos sistemas de consoles táticos, a empresa também atua na fabricação de sensores, armamentos, munições e mísseis”.

A principal base industrial está localizada no Rio de Janeiro, na Ilha das Cobras, além de instalações em Campo Grande e Niterói (RJ), e Iperó (interior de São Paulo). No aspecto de exportações, as munições de artilharia, terrestres e navais estão entre os produtos de alta qualidade que a Engeprom comercializa. A produção inclui os calibres 4,5” MK-8; 3” L/50 e 5” L/38 para canhões navais; 105 mm Light Gun, M1e M57; 40 mm L/60 e L/70; e salva de 47 mm e de 105 mm. A excelente relação custo x benefício destas munições resultaram em diversos negócios na América do Sul, África e Ásia.

Por fim, deve-se ressaltar o importante trabalho de busca de inovações tecnológicas realizado em parceria com o Instituto de Pesquisas da Marinha (IPqM), o Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV), Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (Iperó) e Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira.

Diversos programas, como o MODFRAG que atualizou as fragatas brasileiras equipando-as com sistemas de guerra eletrônica e contramedidas de concepção brasileira, até os serviços de apoio em dois grandes projetos do Programa Nuclear da Marinha em Iperó, o Projeto do Ciclo do Combustível e o Projeto do Laboratório de Geração Núcleo-Elétrica (LABGENE), que visa ao desenvolvimento e à construção de uma planta nuclear para geração de energia elétrica, são conduzidos por pessoal altamente especializado da Engeprom.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje