AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

OPV Latin America

Melhoramentos do OPV Projeto Danúbio IV Fase II no Chile aumentar os custos desta unidade em 43%

24/05/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Rio de Janeiro – A terceira OPV para Chile está a caminho para cobrir a região sul, explica o contra almirante Giancarlo Stagno, diretor de Programas, Pesquisa e Desenvolvimento da Armada de Chile, esta unidade (Projeto Danúbio IV Fase II) terá casco reforçado, pois no verão antártico deverá operar naquela região, e receberá armamento mais pesado, na forma de um canhão de 76 mm. O sistema de navegação terá capacidade satcom, sendo que estes e outros melhoramentos deverão aumentar os custos desta unidade em 43%. O navio começará a ser construído este ano, devendo ser entregue em 2015.

O Contra Almirante Giancarlo participou no OPV Latin América 2012, realizado no Rio de Janeiro. O encontro contou com a participação de estaleiros e empresas do setor naval brasileiro e internacional, mais a presença de militares, executivos e técnicos responsáveis pela condução de diversos programas de defesa, tanto na Marinha do Brasil quanto em organizações estrangeiras convidadas.

Giancarlo Stagno, explica “o Chile enfrentou em 2010 as pesadas conseqüências de um terremoto seguido de tsunami que causou enorme destruição material e a perda de vidas humanas. Os programas de construção de navios sofreram enorme impacto devido aos estragos provocados em nossas instalações industriais”. No entanto, boa parte da capacidade já está restabelecida, e com mais dois anos de trabalho, toda a infraestrutura atingida terá sido recuperada e mesmo melhorada.

O Chile possui uma área de responsabilidade marítima SAR (busca e resgate) 35 vezes maior que seu território em terra. Sua zona econômica exclusiva (ZEE) compreende 3.409.122.34 km² de águas nacionais. Os desafios para se atuar de forma eficiente ficam evidentes diante destes números.

Na atualidade, ameaças assimétricas ou ataques de piratas, além da defesa dos interesses chilenos na sua ZEE constituem um dos focos principais de atuação. Nossos patrulhas OPV 80, de desenho Fassmer, oferecem grande flexibilidade operacional através de seus sistemas de armas e sensores, a capacidade de operar e manter um helicóptero orgânico e de operar UAV navais.

Temos dois OPV em atividade cobrindo a região norte e central do litoral, e um terceiro está a caminho para cobrir a região sul, o Projeto Danúbio IV Fase II.
Falando em Antártica, o Chile busca adquirir um quebra gelos no mercado internacional para ser utilizado especificamente naquela região, durante o inverno. Tal navio será empregado para objetivos militares além de prover o apoio das bases antárticas chilenas.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje