AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

OPV Latin America

Raytheon aposta em armas não letais e defesas em camadas utilizando alta tecnologia

25/05/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Rio de Janeiro - “Reunir o melhor conjunto de soluções de acordo com o teatro de operações e tipos de ameaças”. Para Catherine D. Ripley, diretora de desenvolvimento de negócios da Raytheon Missile Systems, esta seria uma boa definição para as propostas da empresa no campo de navios patrulhas, explica durante sua conferencia OPV Latin America realizada no Rio de Janeiro.

Com grande experiência na Marinha dos Estados Unidos (US Navy), a executiva listou alguns números da Raytheon: 72 mil empregados em todo o mundo, 12 mil deles atuando na unidade de Tucson, Arizona, com foco em sistemas de mísseis, canhões, torpedos, radares, sensores, comunicações militares, integração de sistemas, defesa em camadas no curto, médio e longo alcance, sistemas de proteção de zona econômica exclusiva (ZEE), etc.

“A Raytheon tem efetuado intensas pesquisas no campo das ameaças assimétricas e a evolução deste cenário nos levou ao desenvolvimento de armas não letais de ruído/cegamento/incapacitação temporária, perfeitamente dimensionadas para equiparem navios patrulha encarregados da defesa de uma ZEE”.

Raytheon acredita que para uma defesa eficiente, deve-se graduar a resposta a ser dada de acordo com as ameaças identificadas. De pequenas embarcações piratas, passando por navios hostis, aeronaves não identificadas, veículos aéreos não tripulados ou mesmo mísseis ar-superfície ou superfície-superfície, cada uma pode ser engajada e combatida, caso necessário, com o emprego de diversas tecnologias e sistemas produzidos pela Raytheon.

Temos desenvolvido o que acreditamos ser o melhor pacote de soluções para a atuação eficaz de embarcações patrulha nas chamadas águas marrons (faixa litorânea), onde as missões variam de busca e resgate, proteção ambiental, migração ilegal, contrabando de armas e drogas, desastres naturais e operações humanitárias, manutenção da paz, contra terrorismo e combate a pirataria moderna, dentre outras tarefas.

A Raytheon possui a tradição e as competências requeridas para o fornecimento de sensores, comunicações comando controle e inteligência (C3I), defesas integradas em camadas adequadas para proporcionar a melhor resposta, suporte de vida ao produto desde a sua concepção, transferência de tecnologias para o usuário final, etc, provendo assim o melhor conjunto de soluções de acordo com os requerimentos do cliente.

Sonares de mergulho, sistemas de guerra eletrônica SLQ-32, canhões rápidos para defesa de ponto do tipo Phalanx, torpedos guiados MK-48/54, mísseis RAM e SeaRAM de curto alcance, e Standard/ESSM de médio/longo alcance, combinados com um pacote de sensores e sistemas avançados de comunicações proporcionam a melhor resposta defensiva ou ofensiva apropriada para barcos e navios patrulha, cabendo ao usuário final definir quais destas capacidades deverão ser integradas aos seus requisitos operacionais.”

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje