menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

12% neste ano

Embraer investirá mais em seu setor de defesa e segurança com meta chegar a 20% do faturamento total até 2020

A 1AMX

07/06/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo - Embraer confirmou sua decisão estratégica para os próximos anos. No setor de defesa, onde a EDS obteve 6% do faturamento em 2011 podendo chegar a 12% este ano, a meta é crescer de forma sustentada atingindo 20% do faturamento total até o fim da década.

No setor civil, a empresa decidiu não concorrer com os jatos da Boeing e Airbus, e continuará no mercado de aeronaves até 120 assentos da família E-Jet (170/75 e 190/95), onde é líder, porém com nova motorização mais econômica. Os primeiros modelos batizados G2, redesenhados e remotorizados para consumir menos, devem entrar em serviço em 2018.

Para alcançar as metas de crescimento estipuladas, a EDS conta com produtos muito bem posicionados no mercado de defesa, como por exemplo, o treinador EMB-314 Super Tucano, aeronave turboélice com ficha de combate repleta de êxitos. A nova concorrência LAS, reaberta com novos requisitos

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje