AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Entregue à primeira VBTP de pré-série

Exército e IVECO anunciam nova versão do Guarani para a infantaria mecanizada

13/06/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, París - Em cerimônia realizada na Eurosatory 2012, feira de produtos de defesa que acontece em Paris, a IVECO anunciou a entrega do primeiro Guarani de pré-série para o Exército Brasileiro (EB). Também foi anunciada a decisão de se desenvolver uma nova versão do 6x6 anfíbio para uso pela infantaria mecanizada. A chave simbólica do blindado (que faz parte do lote piloto de 16 unidades) foi entregue ao general Sinclair James Mayer, chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército, pelo diretor da Divisão Brasil da Iveco, Paolo Del Noce, e por Alfredo Altavilla, CEO da empresa. Na solenidade também esteve presente o General Farias, chefe do Comando Logístico (COLOG). O VBTP Guarani é um blindado sobre rodas 6x6 de 18 toneladas de peso, e utiliza motor FPT Industrial Cursor 9 com 383 cavalos de potência.

Para produzir as 2044 unidades previstas pelo programa ao longo dos próximos vinte anos, a IVECO está finalizando a construção de uma nova planta industrial em Sete Lagoas (MG), um investimento da ordem de vinte e três milhões de euros e que deverá ser inaugurada no final de 2012. A partir de 2013, a nova fábrica poderá entregar até 100 unidades do Guarani por ano. O projeto inicial do VBTP previa seu uso por unidades de cavalaria do EB somente, no entanto, o anúncio da nova versão de infantaria mecanizada significa que o Engesa Urutu, carro de fabricação nacional com mais de três décadas de uso, será substituído por um VBTP moderno, capaz de transportar 11 soldados completamente equipados utilizando novas tecnologias no estado da arte.

Com massivo emprego de componentes comerciais em sua construção, resultando em diminuição de custos do ciclo de vida e facilitação na manutenção, o VBTP Guarani vem atraindo a atenção de potencias clientes de exportação do veículo, sendo que a Argentina já anunciou que pretende adquirir um lote inicial de pelo menos 12 carros. Existe inclusive a possibilidade de o veículo vir a ser fabricado sob licença naquele País. O blindado brasileiro pode ser aerotransportado sem maiores dificuldades por cargueiros do tipo C-130 Hércules ou Embraer KC-390 sem a necessidade da desmontagem de partes do carro para embarque nas aeronaves.

Mercado em disputa

Comenta-se que a General Dynamics, fabricante do 6x6 Piranha, utilizado no Brasil pelos Fuzileiros Navais, estaria oferecendo ao EB uma versão 8x8 do carro equipada com torre e canhão de 105 mm produzidos pela CMI Defense, numa estratégia para conseguir obter parte do mercado planejado para as versões mais pesadas do Guarani na configuração 8x8.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje