AMÉRICA | Seguridad
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

No Rio de Janeiro

Polícia Federal do Brasil usa lanchas DGS888 durante a Rio+20

22/06/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo - O Departamento de Polícia Federal do Brasil usa pela primeira vez suas lanchas interceptadoras DGS888 “Interceptor” fornecidas pela empresa brasileira DGS Defense durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. A fabricante instalada na cidade do Rio de Janeiro entregara três dessas embarcações à organização policial na próxima quinta-feira (21) durante uma cerimonia que acontecerá no cais do Iate Clube do Rio de Janeiro.

Sendo a primeira embarcação de sua classe fabricada no Brasil, a DG 888 é uma lancha de deslocamento rápido projetada para missões de interceptação e patrulha, a qual será utilizada pela PF em um variado leque de missões, incluindo repressão às atividades ilícitas e ao crime organizado. Durante a Rio+20 as DGS 888 patrulharão a Baía de Guanabara e o litoral do Rio de Janeiro.

Além de blindada contra armas de fogo graças a um exclusiva e patenteada concepção estrutural de sua cabine, a nova embarcação da PF possui características “stealth”, ou seja, possui baixa assinatura radar tornando-a quase que invisível aos radares inimigos. Desenhada de acordo com o conceito de Embarcação Tubular Rígida Híbrida (ETRH),  a DG888 é construída com tecnologia náutica de ponta, incluindo o seu resistente casco conformado com copolímero de etileno, plástico de engenharia  usado em diversos tipos de proteção antibalística. A robustez desse casco previne danos causados por choques contra bancos de areia ou formações rochosas. A lancha é também insubmergível e a aprova de fogo, bem como bastante estável tanto em ambientes aquáticos marinho e fluvial.

A DGS 888 Interceptor mede 8,88 metros de comprimento por 3 metros de largura. Sua propulsão é feita por três motores de popa que, juntos, geram 900 HP, permitindo velocidades superiores a 45 nós.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje