AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Fábrica no sul do Brasil

KMW oferece a família de blindados ao Exército Brasileiro

25/06/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo – A região sul do Brasil, pelas suas características topográficas de grandes planícies (os pampas gaúchos) possui o cenário ideal para o emprego massivo de forças blindadas. O Exército Brasileiro (EB) tem na cidade de Santa Maria (RS) o pólo de doutrina/treinamento/manutenção de carros de combate e blindados de diferentes tipos empregados pela força, e agora esta cidade deverá se tornar também um pólo fabril, já que a KMW, através da sua subsidiária brasileira, ofereceu uma parceria para o desenvolvimento conjunto com o EB de uma nova família de blindados da classe de até 45 toneladas.

A KMW também apresentou seu portfólio completo de opções sobre rodas e lagartas. Numa outra vertente, abordou-se a questão do material antiaéreo de tubo capaz de prover proteção antiaérea aos RCC e RCB quando empregados no terreno. Segundo os executivos da KMW presentes, ainda persistem as negociações para a venda ao Exército Brasileiro de um lote de até 36 carros Gepard antiaéreos equipados com canhões Oerlikon de 35 mm, uma decisão a respeito é esperada para as próximas semanas.

Tal anúncio ocorreu durante evento realizado pelo Comando Militar do Sul (CMS) na sede da 6ª Brigada de Infantaria Blindada, intitulado “Jornada Doutrinária – O carro de combate do RCB”. O seminário teve como objetivo discutir a futura viatura a ser adotada pelos seus três Regimentos de Cavalaria Blindado (RCB), e as características táticas que esta deverá possuir para realizar as missões sob a responsabilidade da unidade de choque das Brigadas de Cavalaria Mecanizada.

KMW surpreendeu tanto pela oferta do carro 8x8 Boxer como possível opção para os RCB, no caso da adoção de um blindado sobre rodas (idéia logo recusada pois o EB prefere um carro sobre lagartas), como pelas propostas de venda de material usado do tipo Leopard 2A4, que seriam distribuídos aos Regimentos de Carros de Combate (RCC), deixando os RCB equipados com os Leopard já disponíveis, ou então a venda de mais um lote de carros usados do tipo Leopard 1A5 (120 unidades) oriundos de estoques do Exército Alemão e de outros países europeus (Grécia, Espanha, Itália).

Mas a proposta que chamou mesmo as atenções envolveu a idéia do desenvolvimento de um blindado médio sobre lagartas de até 45 toneladas de peso, capaz de originar uma nova família de veículos militares especificados pelo Exército Brasileiro, e produzidos localmente em Santa Maria. Sobre isso, inclusive, a imprensa brasileira confirmou que a KMW adquiriu na cidade área para instalar sua unidade de manutenção e produção. O terreno fica na BR-287 (faixa para São Pedro), perto da Ulbra (uma importante universidade local).

O plano da KMW é começar ainda este ano a construção do prédio e demais instalações, que ficarão prontos em 2013/2014. Em abril deste ano, o presidente mundial da KMW, o alemão Frank Haun, esteve em Santa Maria em um jato particular e visitou áreas. No local, agora já definido, a KMW construirá um prédio e uma pista de testes para fazer a manutenção dos 220 blindados Leopard 1A5 comprados pelo Exército. Na época, Haun confirmou que a KMW tinha planos de fabricação de algum tipo de veículo blindado em Santa Maria no futuro e pretendia contratar de 200 a 500 empregados até 2017.

No dia dedicado a indústria, a empresa brasileira Columbus, especializada em blindados e blindagens, mostrou um painel com o panorama das forças blindadas brasileiras, a Iveco e o EB apresentaram o atual estágio de desenvolvimento do programa VBTP-MR Guarani 6x6 (entrega do lote pré-série), a AEL Sistemas demonstrou os avanços obtidos com a utilização no carro da torreta remota UT-30BR equipada com canhão de 30 mm, a Rheinmetall destacou suas expertises na integração de diversas tecnologias aplicadas a carros de combate sobre rodas e sobre lagartas, desenvolvimento de novos sensores, armamentos e munições, upgrades e modernizações.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje