AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Estratégias em Sulamérica

Thales apresenta nova liderança para o Brasil

04/09/2012

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo - Coletiva de imprensa em São Bernardo do Campo (SP) apresentou o jovem executivo francês Julien Rousselet, de 37 anos, como o novo diretor da Thales no Brasil. Rousselet é administrador de empresas e mestre em marketing, tendo ingressado na Thales como diretor comercial no México em 2007, onde ajudou a implantar, juntamente com o governo local, o projeto Cidade Segura, referência da empresa em sistemas de segurança urbana.

Com tal experiência, Rousselet destacou alguns aspectos das questões que envolvem processos de transferência de tecnologia “A eficácia dos nossos off sets contratuais, como por exemplo, os radares de banda L produzidos e exportados pela Omnisys na atualidade, são o resultado de um processo de desenvolvimento e aquisição de tecnologias pelo Brasil, um modelo de negócio que pretendemos expandir para outros países latino americanos. As complexidades do processo de transferência de novas tecnologias e sua efetividade mostram que o Brasil já encontrou um caminho a seguir, se associando com grandes grupos internacionais que dispõem do conhecimento e meios necessários. A Estratégia Nacional de Defesa (END) é um dos focos da Thales no país, em conjunto com a Omnisys, assim como novos contratos na área de transportes e infraestrutura”.

Também estiveram presentes Cesar Kuberek, vice presidente da Thales para a América Latina, e o engenheiro Edgard Menezes, presidente da Omnisys, o braço industrial do grupo no Brasil.

A Thales é líder mundial em tecnologia nos mercados de Defesa, Segurança, Transporte e Aeroespacial, e para consolidar sua presença, uma história com mais de 40 anos de atuação, decidiu transferir sua sede latino americana do México para a cidade de São Paulo, como explicou César Kuberek “O Brasil é um mercado com um dos maiores potenciais para a empresa, e temos de estar onde este crescimento estiver, além do que o País terá uma influência muito grande na forma como outras nações vizinhas irão se posicionar em assuntos de defesa, transportes e infraestrutura. Escolhemos a Omnisys como base industrial da Thales no País, e parceira receptora de novas tecnologias. Ela será responsável pela transferência de tecnologia (TOT) prevista para os grandes programas a serem lançados no Brasil nos próximos anos, e será muito importante nos outros países latino americanos onde está atuando (Venezuela, Chile, Argentina, México, Colômbia)”.

Um dos cofundadores da Omnsys, recentemente escolhido como seu novo presidente, Edgard Menezes falou sobre a história da empresa “Fundada em 1997 por três engenheiros, já no ano 2000 estávamos envolvidos com projetos de desenvolvimento e fabricação de diversas tecnologias, sendo o satélite CIBERS o nosso primeiro grande contrato”.

“Em 2002, participamos da modernização dos radares de tráfego aéreo brasileiros, sendo que mais de 95% destes são mantidos pela Thales na atualidade (excetuando-se os radares do SIVAM/SIPAM). Em 2005, o grupo francês adquiriu a empresa, o que ampliou enormemente seu campo de atuação e gerou grande incremento tecnológico. Capacitamos-nos para atuar com sistemas espaciais, sistemas meteorológicos, controle de tráfego aéreo, rastreamento e sistemas de defesa”, segundo Menezes.

Hoje, 15 anos depois, “exportamos radares banda L, e chegamos a modernizar 19 sistemas franceses recentemente. Na área militar, para citar alguns exemplos, fabricamos o sistema MAGE “Defensor”, instalado nas fragatas da Marinha (ModFrag) e estamos desenvolvendo o “seeker” do MANSUP, o novo míssil antinavio brasileiro que está sendo projetado com a cooperação da MBDA, e previsto para um alcance de 180 km. Fazemos parte da global supply chain da Thales e nos tornamos um dos seus centros globais de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), o qual terá papel fundamental na desenvolvimento do grupo em toda a América Latina”.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje