AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Fuselagem e componentes

Embraer abre dois centros de excelencia en Évora, Portugal

24/09/2012

(Infodefensa.com) Sao Paulo - A Embraer divulgou a abertura dos seus dois novos Centros de Excelência, na cidade de Évora, Portugal. Trata-se da Embraer Metálicas e Embraer Compósitos. As duas divisões fabricarão estruturas de fuselagem e componentes complexos, respectivamente. A Embraer Metálicas representa um investimento de 100 milhões de euros enquanto a Embraer Compósitos necessitou de um aporte de 77 milhões de euros.

A cerimônia de inauguração, realizada na Embraer Compósitos, contou com a presença do Presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, e de outros membros do governo português. Também estiveram presentes representantes do governo brasileiro e da Comissão Europeia, que apoiou os dois projetos por meio do programa Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN), bem como diversos executivos da Embraer e todos os funcionários das duas novas unidades.

Frederico Fleury Curado, Diretor-Presidente da Embraer S.A., disse na ocasião que a abertura das duas divisões, as primeiras da empresa na Europa, é um passo decisivo na estratégia industrial da Embraer. Curado salientou que as duas novas unidades de produção incorporam as mais avançadas tecnologias e processos de produção em construção de estruturas metálicas e em materiais compósitos. “Estamos certos que contribuirão de forma relevante para o desenvolvimento da indústria aeroespacial portuguesa” enfatizou Curado.

A Embraer anunciou a escolha da cidade de Évora para localização da Embraer Metálicas e Embraer Compósitos em meados de 2008 e iniciou o projeto um ano depois. A construção começou em 2010. Com 37.100 e 31.800 metros quadrados, respectivamente, as duas unidades estão nos estágios finais de seus planos de implantação e devem alcançar plena capacidade de produção no segundo semestre de 2013. A iniciativa faz parte também de um gradativo processo de internacionalização da Embraer, sobressaindo-se nesse contexto a inauguração da primeira planta dedicada à montagem final de aeronaves localizada nos Estados Unidos, no Aeroporto Internacional de Melbourne, na Flórida.

É oportuno lembrar que no dia 14 de dezembro passado foi assinada a esperada adesão portuguesa ao programa do avião de transporte KC-390, através da OGMA-Indústria Aeronáutica de Portugal, da qual a Embraer detém expressiva participação acionária, e da EEA - Empresa de Engenharia Aeronáutica S.A. A OGMA produzirá três pacotes: a seção central da fuselagem, os sponsons dos trens de pouso (incluindo as portas dos trens principais) e o profundor.

RC/AVS

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje