AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Transferência de tecnologia

Jaraguá e Oto Melara criam nova empresa para atender as Forças Armadas Brasileiras

08/11/2012

(Infodefensa.com) Sao Paulo - A empresa brasileira Jaraguá Equipamentos Industriais Ltda e a italiana Oto Melara assinaram um memorando de entendimento visando a transferência de tecnologia para o Brasil. O objetivo da iniciativa é construir no País uma empresa do segmento para fabricação, suporte técnico, comercial e logístico ao Exército e à Marinha, bem como implantar um Centro Regional de Manutenção e Assistência Técnica para a América Latina.

O documento assinado pelas duas empresas prevê a transferência de tecnologia, fabricação e comercialização de Produtos Estratégicos de Defesa. Uma vez constituída, a nova empresa poderá usufruir das oportunidades oferecidas pelo mercado brasileiro, por meio da aquisição da tecnologia necessária de uma empresa internacional de Defesa de primeira linha.

A escolha da Jaraguá Equipamentos Industriais Ltda para assinatura do convênio, por parte da Oto Melara, empresa controlada pelo grupo Italiano Finmeccanica, um dos cinco maiores do mundo, é decorrente de um relacionamento de duas décadas entre a Jaraguá e as Forças Armadas Brasileiras, fato consolidado através do fornecimento de componentes e equipamentos, tanto à Marinha quanto para a Força Aérea Brasileira (FAB). Um exemplo é a nova torre de lançamento do Veículo Lançador de Satélites (VLS), construída no Centro de Lançamento de Alcântara pela empresa.

O Presidente da Jaraguá, Wagner Othero ratificou o objetivo de criar uma nova empresa brasileira capacitada a fornecer equipamentos, sistemas, suporte técnico, comercial e logístico ao Exército e à Marinha do Brasil. Com um histórico de mais de 100 anos de atividade, a Oto Melara é vista pela Jaraguá como um parceiro de alta tecnologia especializado em artilharia terrestre e naval, já que a empresa italiana produz o canhão super rápido 76/62, considerado atualmente como padrão mundial em armamento naval de médio calibre, com mais de 1300 unidades vendidas à 56 marinhas de todo o mundo, e os canhões navais de 40 milímetros e 127 milímetros, sendo que dois tipos de canhões também podem utilizar uma exclusiva munição guiada com alcance aumentado. A Oto Melara também produz torretas para uso terrestre, com calibres variando de 25 a 30 milímetros até 155 milímetros, instaladas em diferentes plataformas.

Por ocasião da assinatura do memorando de entendimento, o Diretor Comercial da Oto Melara, Ulderigo Rossi, salientou que "este documento representa o primeiro passo efetivo no estabelecimento de uma cooperação bem fundamentada entre as duas empresas, pautada por tecnologias de alto nível que serão colocadas à disposição das Forças Armadas Brasileiras em seu programa de aquisições".

rc/avs

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje