menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Cooperação bilateral

Brasil e Argentina definem regras para elaboração de doutrina militar combinada

GeneralDeNardi JefeEstadoMayorConjBrasilt

14/11/2012

(Infodefensa.com) Brasilia - As relações Brasil-Argentina vivem um período de forte aproximação também na área de defesa. Prova disso é a definição de normas para o desenvolvimento de doutrina militar combinada entre os dois vizinhos a primeira iniciativa nesse sentido adotada pelas Forças Armadas brasileiras.

A novidade consta de uma portaria a ser assinada pelo ministro da Defesa, Celso Amorim. Denominado Normas de Elaboração de Publicações de Doutrina Combinada para o Emprego Militar das Forças Armadas da Argentina e do Brasil, o documento estabelece preceitos e responsabilidades para a elaboração de procedimentos no emprego militar combinado dos dois países.

Na prática, a publicação cria um esboço para a definição de princípios pelos quais ambas as forças militares deverão ser organizadas, instruídas e equipadas nos casos em que houver emprego combinado. A partir dela, poderão ser definidas normas, por exemplo, para atuação

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje