AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Contratada pela Embraer

LH Colus projetará assentos e macas para o novo transporte militar KC-390

21/01/2013

(Infodefensa.com) Sao Paulo – A empresa LH Colus Tecnologia Ltda de São José dos Campos, SP, foi contratada pela Embraer Defesa e Segurança (EDS) para desenvolver o projeto dos assentos e das macas para translado de feridos, material destinado ao novo avião de transporte militar KC-390.

A LH Colus é uma das oito empresas brasileiras ou operando no Brasil contratadas pela EDS para a fase de definição conjunta do KC-390. A aeronave terá capacidade para 80 passageiros (ou soldados) acomodados em 40 assentos duplos além da opção de ser dotada com até 82 macas na configuração de evacuação aeromédica (MEDEVAC). Parte do investimento que está sendo aplicado no desenvolvimento do projeto será financiado pela própria EDS.

O contrato com a Embraer, segundo o presidente da LH Colus, engenheiro Luís H.Colus, deverá responder por mais de 50% do faturamento da empresa no corrente ano. Criada em 2008 por Colus, a LH Colus iniciou suas atividades com o projeto de um avião agrícola conhecido atualmente como Curiango para a empresa Planair, de Curitiba (SP), e fazendo o dimensionamento estrutural das aeronaves de treinamento/utilitário T-Xc/U-Xc, respectivamente, ambas em desenvolvimento pela Novaer Craft de São José dos Campos.

A produção dos bancos e das macas do KC-390, segundo Colus, será subcontratada da Equipaer, localizada no município paulista de Cotia, parceira da empresa. Colus explica que a Equipaer também acumula experiência no setor aeroespacial, fornecendo alvos aéreos, lançadores de foguetes, bombas e mísseis, além de kits de sobrevivência na selva para a frota de treinadores Super Tucano da Força Aérea Brasileira (FAB).

Segundo Colus, a empresa teve que concorrer com fabricantes internacionais de peso na disputa pelo contrato da EDS para fornecimento dos componentes já mencionados. Pesou na escolha da Colus o fato de ser brasileira e o diferencial de acumular grande conhecimento técnico em processos de certificação aeronáutica. A expertise dominada pela empresa é resultado de 25 anos de atuação na área de certificação de projetos ou modificações aeronáuticas junto às autoridades de certificação como o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), esclareceu o empresário.

Os assentos do KC-390, por exemplo, terão que ser projetados para resistir a um pouso de emergência. Um dos testes de qualificação dos assentos será feito nos Estados Unidos e os demais em organizações tecnológicas do Brasil, entre elas, os laboratórios do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT) e do DCTA. A parceria com a EDS elevará a LH Colus para um novo patamar tecnológico, demandando aumento de colaboradores e a transferência de sua sede para o Parque Tecnológico de São José dos Campos, afirmou Colus.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje