AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Fabricação de alta complexidade

Novaer Craft Empreendimentos apresentou as primeiras peças estruturais em fibra de carbono para avião T-Xc

21/01/2013

(Infodefensa.com) Sao Paulo – A Novaer Craft Empreendimentos Aeronáuticos Ltda, empresa de alta tecnologia sediada no município paulista de São José dos Campos, apresentou as primeiras partes e peças estruturais conformadas em fibra de carbono pertencente ao primeiro protótipo do avião T-Xc desenvolvido pela empresa. As peças foram fabricadas pela First Wave Brasil, fornecedora da Novaer.

Feitas em material composto, são conformadas através de um processo de fabricação de alta complexidade que compreende diversas etapas, como corte e montagem das camadas de tecido de fibra de carbono, laminação das peças, conformação a vácuo e cura em autoclave.

Essas primeiras peças fazem parte das superfícies de comando do T-Xc: flaps, profundor, leme de direção, empenagem horizontal fixa de cauda e ailerons. Os revestimentos são produzidos com tecidos de carbono pré-impregnados com resina epóxi curados posteriormente em autoclave à temperatura e pressões elevadas. Após a cura das peças elas passam pelo processo de acabamento e controle de qualidade com análise por meio de equipamento de ultra-som.

Nas próximas semanas a Novaer estará produzindo nervuras e longarinas das superfícies de comando do T-Xc, também conformadas em material composto. Segundo Plínio Junqueira, Diretor Técnico da Novaer e responsável técnico pelo programa, as próximas partes estruturais a serem produzidas devem ser os revestimentos e as longarinas das asas. “Nós estamos focando nossos esforços em produzir grupos de peças que pertençam a um mesmo subconjunto, para assim aperfeiçoar o processo de montagem da aeronave”, declarou Plínio.

“O voo do primeiro protótipo é um marco muito importante do programa e é nossa prioridade no momento. Por isso é estimulante vermos as primeiras partes do avião tomando forma, mas a nossa engenharia já está trabalhando na próxima etapa do programa: A campanha de certificação do T-Xc. As atividades desta etapa, como desenhos, análises e relatórios de engenharia já estão ocupando a maior parte da nossa equipe.” declarou Graciliano Campos, Diretor Presidente da Novaer.

O protótipo do T-Xc será o ponto de partida para a construção de duas versões baseadas na mesma célula, uma de treinamento primário militar (T-Xc) e outra de emprego geral na aviação civil (U-Xc). Dotadas de uma asa baixa de 9,14 metros de envergadura, fuselagem de 7,97 metros de comprimento, trem de aterrissagem triciclo retrátil, motor Lycoming AEIO-580-BIA de seis cilindros capaz de desenvolver uma potencia de 315Hp e cockpit digital, as duas versões estão sendo planejadas para atender as atuais necessidades dos mercados interno civil e militar, bem como de exportação. O T-Xc, por exemplo, desponta como forte candidato a substituir o veterano treinador primário Neiva T-25 Universal em uso atualmente na Academia da Força Aérea Brasileira (AFA) nos cursos de formação de oficiais aviadores.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje