AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Processo nos Estados Unidos

Embraer vai continuar a cumprir as obrigações contratuais no programa LAS

22/03/2013

(Infodefensa.com) ?São José dos Campos – “Continuaremos a cumprir as nossas obrigações contratuais de apoiar o programa LAS (Light Air Support), ou Apoio Aéreo Leve”, é a resposta da Embraer depois da apertura o processo no tribunal de justiça dos Estados Unidos após a novo protesto da Beechcraft.

O A-29 Super Tucano, que foi selecionado pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF, na sigla em inglês) no dia 27 de fevereiro, será produzido por trabalhadores americanos em Jacksonville, no Estado da Flórida, e sustentará mais de 1.400 empregos nos Estados Unidos. Estamos orgulhosos de apoiar os EUA e as suas nações parceiras nessa importante e crítica missão.

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) selecionou pela segunda vez o A-29 Super Tucano para o programa LAS. Ao fazer a divulgação, a USAF afirmou que “essa escolha é o resultado de uma concorrência plena e aberta,” e o Tenente-Brigadeiro C.R. Davis, representante militar para aquisições da USAF  disse “estou certo que o processo de seleção foi rigoroso e meticuloso.” Até o CEO da Beechcraft comentou sobre os cuidados e o profissionalismo do processo. Na verdade, este foi um processo de avaliação totalmente novo, conduzido por uma nova equipe e supervisionado por um Brigadeiro de três estrelas.

Ao avaliar os concorrentes, a USAF examinou três critérios, nesta ordem prioritária: capacidade para a missão, histórico de desempenho e preço para determinar o melhor custo-benefício. O A-29 recebeu uma classificação excepcional em termos de capacidade técnica e baixo risco, em todas as categorias. Hoje, somente o  A-29 Super Tucano está operacional e realizando missões de apoio aéreo tático. Suas capacidades e trajetória de sucesso são plenamente reconhecidas e demonstradas, e o histórico do desempenho da Embraer e da SNC é igualmente comprovado.

De acordo com o processo de concorrência, a USAF selecionou o A-29 baseado nos três fatores descritos acima, não somente um deles. A USAF entendeu que o preço que está pagando pelo A-29, uma aeronave superior, é parte deste custo-benefício. Esperamos outra rápida decisão do órgão competente nos EUA (Government Accountability Office) quanto ao protesto da Beechcraft.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje