AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Concorrência LAS

Estados Unidos recusa protesto da Beechcraft Corporation

18/06/2013

(Infodefensa.com) R. Caiafa, Sao Paulo - O Escritório de Prestação de Contas do Governo dos Estados Unidos (GAO) rejeitou um protesto da estadunidense Beechcraft Corporation que visava provocar mais uma reviravolta no controvertido programa Light Air Support (LAS) da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), o qual selecionou a joint venture formada pela Sierra Nevada Corporation (SNC) e Embraer Defesa e Segurança (EDS) para o fornecimento de 20 aviões A-29 Super Tucano para serem repassados para a ressuscitada Força Aérea do Afeganistão.

Aparentemente, essa decisão do GAO deve por um fim a um período de quase três anos de turbulências que sacudiram o LAS, sendo que no final de 2010 a proposta da Embraer/Sierra Nevada já tinha sido considerada a melhor, contudo, um protesto da Beechcraft junto à Corte de Justiça Federal dos Estados Unidos fez com que a competição retrocedesse para a estaca zero e fosse reiniciada meses depois. O motivo alegado naquela época para tal procedimento foi que a documentação do processo continha irregularidades. Em fevereiro último, a USAF elegeu novamente o A-29 como o concorrente mais adequado para cumprir os requisitos do LAS.

A EDS/SNC e Beechcraft Co. com seus A-29 e AT-6, respectivamente, tornaram-se os únicos competidores do LAS após o primeiro “shortlist”, o qual eliminou quatro das seis propostas iniciais. O LAS oferece um potencial de negócios que vai além das 20 unidades destinadas para o Afeganistão, havendo intenções por parte do governo dos Estados Unidos em incluir em seus movimentos de assistência militar o fornecimento de mais A-29 para aliados políticos distribuídos ao redor do mundo. Segundo informações da EDS/SNC, o primeiro A-29 será entregue para o Afeganistão em meados de 2014.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje