AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

0

0

0

0

Thales Alenia Space e Arianespace

Visiona seleciona empresas fornecedoras do sistema do satélite geoestacionário brasileiro (SGDC)

28/08/2013

(Infodefensa.com) Sao Paulo – A Visiona informa que a Thales Alenia Space e a Arianespace foram escolhidas para fornecer o satélite e para prover o lançamento do SGDC, respectivamente.

O processo de seleção durou 12 meses, seguiu rigorosos padrões aplicados internacionalmente e baseou-se estritamente no atendimento dos parâmetros técnicos, operacionais e econômicos do projeto, além do requerimento de absorção e transferência de tecnologia definidos pelo governo brasileiro. A escolha das empresas foi aprovada pelo Comitê Diretor do projeto SGCD, composto por representantes dos Ministérios das Comunicações (MC), Defesa (MD) e Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O SGDC atenderá as necessidades do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), da Telebras, e também um amplo espectro de comunicações estratégicas brasileiras nos âmbitos civil e militar.

"Com o satélite geoestacionário, o País ampliará o acesso à banda larga de Internet para todo o território e terá assegurada a soberania em suas comunicações estratégicas, tanto na área civil quanto na militar", afirma Caio Bonilha, presidente da Telebras.

Para Nelson Salgado, presidente da Visiona, "a seleção destes fornecedores encerra uma etapa importante do processo de definição do sistema SGDC, criando condições para que o contrato entre Visiona e Telebras seja assinado e o trabalho de desenvolvimento do sistema possa ser efetivamente iniciado". Os termos e condições do contrato serão divulgados oportunamente, quando da sua assinatura.

A Visiona Tecnologia Espacial S.A. é uma empresa dos grupos Embraer e Telebras, controlada pela Embraer e constituída com o objetivo inicial de atuar na integração do sistema do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) do governo brasileiro, que visa atender às necessidades de comunicação satelital do Governo Federal, incluindo o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) e um amplo espectro de comunicações estratégicas de defesa. A Visiona tem também como objetivo atuar como empresa integradora de satélites, com foco nas demandas do Programa Nacional de Atividades Espaciais (PNAE/AEB) e do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE/FAB).

 

 

 

 

 

 

 

rc/ceh

Fotos: Roberto Caiafa

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje