menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Entrevista INFODEFENSA

Tenente-brigadeiro Rossato (Brasil): "O 'Gripen' eo KC-390 irá formar a linha principal da nossa aviação"

caiafa fab01 1(1)

16/11/2016 | Brasília, DF

Roberto Caiafa

A Força Aérea Brasileira, que completou recentemente 75 anos (nascida em combate durante a 2ª Guerra Mundial, em 1941) definiu e está pondo em serviço novos vetores e armamentos; aperfeiçoando e atualizando sua doutrina; adequando e modernizando sua capacidade de ensino e treinamento; ampliando seu leque de missões; remanejando unidades e bases; profissionalizando e enxugando efetivos; e muito mais.

Em janeiro de 2016, o comandante da Aeronáutica, tenente-brigadeiro do ar Nivaldo Luiz Rossato, assinou a Diretriz do Comando da Aeronáutica (DCA 11-45) que projeta o futuro da instituição. A Concepção Estratégica Força Aérea 100 estabeleceu objetivos e principais desafios que a FAB deve alcançar nos próximos 25 anos.

Segundo Rossato declarou a época, a qualificação dos profissionais do Comando da Aeronáutica receberia grande incremento, produzindo assim um efetivo de alta capacitação operacional e administrativa, referência para outras instituições da área governamental.

Para discutir esta mudança estratégica,

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje