menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

LAAD 2017

Caracal Brasil lança a pedra fundamental da fábrica em Goiás

Visitante da LAAD 2017 experimenta fuzil de assalto da CARACAL. Foto: Roberto Caiafa

Visitante da LAAD 2017 experimenta fuzil de assalto da CARACAL. Foto: Roberto Caiafa

11/04/2017 | Rio de Janeiro

Roberto Caiafa

Presente pela primeira vez na LAAD, a Caracal International anunciou que fará nesta segunda-feira, dia 10, o lançamento da pedra fundamental da fábrica que será erguida no estado de Goiás.

A cerimônia será realizada no terreno de 113 mil metros quadrados que vai receber a nova planta industrial na cidade de Anápolis, que fica a cerca de 60km da capital Goiânia.

“Nós temos certeza de que este será um marco histórico para o estado de Goiás e para a própria Caracal. Nosso objetivo é trazer toda a expertise, tecnologia e o portfólio de produtos da Caracal Internacional a fim de redefinir o conceito de segurança e de confiabilidade no mercado brasileiro.

Além disso, a produção será completamente nacionalizada com o passar dos anos, contribuindo para o desenvolvimento da indústria do Brasil”, afirma Paulo Humberto Barbosa, empresário goiano que comanda o projeto ao lado do sócio Augusto de Jesus Delgado Júnior, em parceria com a Caracal Internacional.

O CEO da Caracal Internacional, Hamad Al Almeri, esteve presente na LAAD 2017. “O estabelecimento da Caracal em Goiás representa o início de uma cooperação entre os Emirados Árabes Unidos e o Brasil, a começar pelo apoio à indústria de defesa brasileira, com tecnologias avançadas de design, fabricação e fornecimento de armas leves, por meio da Caracal Brasil”, diz Hamad Al Almeri.

O general manager da Caracal USA, Jeffrey Spalding, também esteve na LAAD 2017 para reforçar o alcance global do projeto. A fábrica da Caracal Brasil deve entrar em operação em 2018. “Fico satisfeito de ver a expansão da Caracal, chegando ao Brasil. A Caracal Internacional é como uma família, e estamos ansiosos para receber os brasileiros nessa grande união”, indica Spalding.

Durante a feira, a Caracal apresentou ao mercado seu portfólio de pistolas da série Enhanced F, nos calibres 9mm e .380; os fuzis táticos CAR814 e CAR816, e os fuzis de precisão CSR308 e CSR338, entre outros.

O investimento inicial da Caracal Brasil estará na faixa de R$ 100 milhões e pode chegar a R$ 500 milhões em 10 anos. Cerca de 600 novos postos de trabalho serão gerados diretamente durante a primeira fase do projeto (implementação e start-up).

A previsão é de que cerca de 1.250 empregos diretos e indiretos serão criados durante todo o processo, gerando um impulso significativo na economia local.

“O Governo do Estado de Goiás apoia esse projeto desde o início, continuará apoiando no futuro e tem muito orgulho de fazer parte dele. Esperamos ter a nova fábrica pronta em Anápolis o mais rápido possível. Estaremos recebendo não apenas uma empresa reconhecida em nível mundial, mas também vamos acolher novos investimentos, novas tecnologias e vamos gerar muitos empregos”, afirma Willian Rabelo, assessor de negócios internacionais que representou o governo do Estado de Goiás na LAAD.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje