menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Tecnologia norte-americana para operadores de armamento pesado

Boroscópio Zistos é adotado no Exército Brasileiro

Militares do Pq R Mnt/5 durante instrução de manuseio do boroscópio alemão Kappa

Militares do Pq R Mnt/5 durante instrução de manuseio do boroscópio alemão Kappa

16/05/2017 | Curitiba

Roberto Caiafa

Militares especializados na manutenção de canhões, morteiros e obuseiros receberam um novo equipamento para ampliar a vida útil, dar mais precisão aos tiros e prover mais segurança aos operadores desses armamentos pesados.

Os novos boroscópios Zistos, adquiridos pelo Exército Brasileiro, permitem visualizar e registrar (gravar em vídeo) o interior dos tubos com câmera de alta definição.

Fabricado nos Estados Unidos, traz o diferencial de ser mais leve e portátil, permitindo que as equipes técnicas tenham mais mobilidade para avaliar os tubos nas Organizações Militares e até mesmo em campo.

O equipamento foi apresentado durante estágio promovido pela Diretoria de Material (DMAT) no Parque Regional de Manutenção/5 (Pq R Mnt/5), localizado em Curitiba (Paraná).

Os tiros desse tipo de armamento causam, naturalmente, desgaste nos tubos.

Porém, com a crescente modernização desse material e com o uso

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje