menú responsive
AMÉRICA | Seguridad
-/5 | 0 votos

Carga de armas foi enviada de Miami escondida em aquecedores de piscinas

60 fuzis de assalto apreendidos no Aeroporto Internacional do Rio

Na tela do Raio-X é visível os fuzis dentro dos aquecedores. Fotos: Polícia Civil/RJ

Na tela do Raio-X é visível os fuzis dentro dos aquecedores. Fotos: Polícia Civil/RJ

02/06/2017 | Rio de Janeiro

Roberto Caiafa

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DESARME ) e da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), apreenderam, nesta quinta-feira (1), 60 fuzis de assalto de modelos russo, alemão e norte-americano, no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. A informação é da Polícia Civil do Rio.

Segundo nota da corporação, são fuzis AK 47, G3 e AR 10, vindos de Miami (EUA) com uma carga de aquecedores para piscinas (os fuzis foram colocados dentro dos equipamentos). A inspeção por raio-x dos containers foi decisiva para detectar a fraude.

O chefe de Polícia, Carlos Leba e o secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, se pronunciaram na mesma tarde sobre a apreensão.

Segundo Sá "No início de maio, a PM fez uma apreensão de 32 fuzis, após o confronto entre facções pelo controle na venda de drogas da comunidade de Cidade Alta, na Zona Norte. Na ocasião, afirmei não me lembrar de uma apreensão maior de armas do tipo durante minha carreira. Estimamos que a apreensão de hoje, que supera esses números, tenha representado um prejuízo aos traficantes da ordem de R$ 1,6 milhão*".

*O número é estimado por investigadores da Polícia Civil do Rio, levando em conta que no mercado clandestino, um fuzil custa, em média, R$ 50 mil. Os cálculos deixam de lado as pistolas, munições e granadas apreendidas na ação (e que podem representar pelo menos mais R$ 500 mil).

Essa nova apreensão confirma o Aeroporto Internacional Tom Jobim/Galeão como rota de entrada para armamentos de origem militar no Brasil, especialmente fuzis de assalto e seus acessórios.

No dia 14 de fevereiro, o serviço aduaneiro de investigação de remessas postais internacionais do aeroporto detectou a presença de 24 carregadores destinados a fuzis do tipo Kalashinikov, acondicionados dentro da caixa de um carrinho de bebê enviado da Polônia.

Delegacia nova

A apreensão dessas 60 armas de guerra foi conduzida pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), inaugurada em abril e uma das maiores apostas de Sá no comando da Secretaria de Segurança.

Na ocasião da inauguração, o secretário afirmou que um dos objetivos da unidade era encontrar o caminho de "entrada" das cerca de 25 armas apreendidas por dia no Estado do Rio.

Na medida em que mais apreensões ocorrerem, será possível aquilatar a abrangência das ações implementadas pelas autoridades ligadas as Forças de Segurança Estaduais.

Imagens: SESEG/Polícia Civil/RJ

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje