menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

Programa LAS

USAF ordena à Embraer seis A-29 Super Tucano para o Afeganistão

Na Força Aérea Afegã o A-29 já realiza missões de treinamento avançado em voo, reconhecimento aéreo e missões de ataque ao solo.

Na Força Aérea Afegã o A-29 já realiza missões de treinamento avançado em voo, reconhecimento aéreo e missões de ataque ao solo.

26/10/2017 | Jacksonville, Flórida

Roberto Caiafa

A Embraer Defesa & Segurança e sua parceira Sierra Nevada Corporation (SNC) receberam da Força Aérea Norte-Americana (United States Air Force, USAF), gestora do Programa LAS, uma encomenda para mais seis turboélices de ataque leve A-29 Super Tucano destinados ao Afeganistão.

Na Força Aérea Afegã o A-29 já realiza missões de treinamento avançado em voo, reconhecimento aéreo e missões de ataque ao solo/apoio aéreo aproximado (CAS) em suporte a tropas no solo engajadas contra insurgentes.

A produção dos seis exemplares deve começar imediatamente em Jacksonville, Flórida. Com isso, o programa LAS totaliza 26 aeronaves encomendadas/entregues até o momento.

“Acreditamos que essa decisão demonstra que o A-29 Super Tucano é a melhor aeronave para operações de apoio aéreo tático, como também a solução comprovadamente mais confiável e econômica para cenários de contrainsurgência e de guerras não convencionais”, afirma Jackson Schneider, presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “Estamos honrados em continuar a apoiar o governo dos Estados Unidos nessa missão crítica”.

Até o momento, o A-29 Super Tucano já foi selecionado por 13 forças aéreas no mundo todo com um excelente histórico de desempenho: mais de 320 mil horas de voo e mais de 40 mil horas de combate.

Com mais de 150 configurações de armamentos certificadas, o avião está equipado com tecnologias avançadas em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e excelente capacidade de armamentos.

O A-29 é a única aeronave de seu segmento com a certificação militar da USAF, resultando em economia de custo e de tempo (ready to combat), assim como uma transição suave para as operações do programa.

“Estamos orgulhosos em continuar apoiando o Programa A-29 no Afeganistão, da USAF, já que isso não apenas atesta a capacidade da aeronave A-29, mas também sua facilidade de operação e custo-benefício”, diz Taco Gilbert, vice-presidente sênior da área de ISR da Sierra Nevada. "Não há outra aeronave como o A-29 capaz de realizar treinamento em voo, ataque leve e o treinamento de novos pilotos de combate. O grande interesse em torno da aeronave demonstra seu valor para as forças aéreas de todo o mundo”.

O A-29 está em operação no Afeganistão desde o início de 2016. Sua habilidade de operar em terrenos acidentados, climas extremos e localizações austeras com pouco apoio operacional e de manutenção, resultou em operações bem-sucedidas em pelo menos quatro bases naquele país.

A SNC, em conjunto com a Embraer, desenvolveu e entregou a capacidade de ataque leve desde o início do programa até a capacidade de combate em apenas três anos, incluindo todos os equipamentos de suporte e sistemas e treinamento.

Imagens: Embraer/SNC

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje