menú responsive
AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

Viatura Leve de Emprego Geral Aerotransportável (Vlega)

40 viaturas Vlega Chivunk para o Exército Brasileiro em 2018

Protótipo do Chivunk rebocando um morteiro pesado de 120 mm: alta mobilidade.

Protótipo do Chivunk rebocando um morteiro pesado de 120 mm: alta mobilidade.

15/11/2017 | Brasília, DF

Roberto Caiafa

Após a conclusão do período de testes do lote piloto (10 protótipos fabricados por R$ 3,2 milhões/US$ 1,3 milhões) no primeiro trimestre de 2018, o Exército Brasileiro deverá contratar a produção e entrega de 40 exemplares da Viatura Leve de Emprego Geral Aerotransportável (Vlega) Chivunk.

A viatura Chivunk é um Produto de Defesa (Prode) desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Exército Brasileiro (Ctex) com base nas necessidades doutrinárias e operacionais das Forças de Ação Rápida (leia-se Brigada de Infantaria Paraquedista e Brigada de Forças Especiais).

Projetado para oferecer alta mobilidade em qualquer terreno, pode ser transportado por helicópteros médios (carga externa enganchada), ou por aeronaves de transporte militar C-130 Hércules/EDS KC-390 (até quatro viaturas empilhadas/encaixadas/prontas para lançamento por paraquedas, duas + duas).

Sua grande versatilidade em ações de reconhecimento/ataque, ressuprimento, transporte de material, evacuação de feridos e outras, tornam o Chivunk talhado para operar prioritariamente junto a tropas de operações especiais/para-quedistas.

A tração 4x4 e a robustez da suspensão independente nas quatro rodas conferem ao veículo excepcional mobilidade.

O chassi tubular extra-reforçado é preparado para resistir ao stress dos lançamentos a baixa altitude (fardos com dois veículos podem ser preparados para lançamento/empilhados como forma de ocupar menos espaço).

Em avaliação

O protótipo da Vlega Chivunk foi avaliado e homologado através do Relatório de Avaliação nº 019/11-CAEx, e o projeto encontra-se atualmente na fase final de avaliação do lote-piloto composto por 10 viaturas, fabricadas entre 2013 e 2017.

Os testes em andamento deverão ser concluídos até fevereiro de 2018 com o emprego dos veículos por frações de tropas paraquedistas e forças especiais, incluindo lançamentos pelo jato de transporte militar KC390.

O veículo para três militares pode ser usado como plataforma para morteiro de 120 mm e está armado, na sua versão padrão, com duas armas anticarro de infantaria Alac (rojões descartáveis de 81 mm) e uma metralhadora de apoio MAG em calibre 7,62 mm.

Transporta até 500 kg de carga e tem autonomia de 590 km.

Os 10 exemplares contratados em 2013 foram manufaturados na cidade de Barueri, interior do Estado de São Paulo, pela empresa Ceppe Equipamentos Industriais e Comércio Ltda, especializada na fabricação, desenvolvimento, manutenção e revitalização de veículos militares (blindados e viaturas leves), fabricação de veículos especiais (ambulâncias, caminhão cozinha, carros forte) e projetos especiais em mecânica, tubulações, estruturas metálicas, etc.

Ficha Técnica Chivunk:

Comp./Larg./Alt.:

4,68 m x 2,35 m x 2,00 m

Vão livre:

0,32 m

Ângulo de entrada / saída:

54,5° / 40,9°

Velocidade máx. / mín.:

120 km/h / 3,82 km/h

Rampa longitudinal/Lateral:

60% / 40%

Transposição de vau:

0,50 m

Obstáculo vertical:

0,36 m

Autonomia:

590 km

Guarnição:

3 homens

Capacidade de carga:

500 kg

Armamento:

1 Mtr 7,62mm MAG
2 Arma Leve Anti-Carro (ALAC/AT-4)
2 Para-FAL

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje