menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Possível nova nau-capitânea da Marinha do Brasil

O Brasil autoriza negociações com a Royal Navy para comprar o HMS Ocean

Operando com a Real Marinha Britãnica, o HMS Ocean deverá ser substituído por dois novos porta-aviões Classe Queen Elizabeth.

Operando com a Real Marinha Britãnica, o HMS Ocean deverá ser substituído por dois novos porta-aviões Classe Queen Elizabeth.

13/12/2017 | Brasília, DF

Roberto Caiafa

A autorização do mantenimento de negociações entre a Marinha do Brasil e a Real Marinha Britânica, visando a compra do porta-helicópteros HMS Ocean, foi emitida pelo Ministério da Defesa brasileiro no último dia 29 de novembro. (Tal fato foi confirmado por meio de nota da Marinha do Brasil reproduzida ao final do artigo).

Capítulo mais recente de uma história iniciada em 2010, época em que o HMS Ocean e os Royal Marines operaram pelo litoral brasileiro durante vários dias, o fato é que, no cenário atual, o NAe A-12 São Paulo (ex-Foch) está aguardando desmobilização estacionado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro. A Marinha do Brasil procura por um novo nau-capitânea capaz de substituí-lo.

Esse papel vem sendo exercido (com grande disponibilidade) pelo NDM G-40 Bahia desde a sua incorporação a Esquadra. Recentemente, o navio completou a qualificação de operações...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje