menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

Problemas com Calidus LLC

Novaer anuncia demissões em São José dos Campos

Contratada pela Calidus LLC para desenvolver dois protótipos (entregues), a Novaer passa por dificuldades.

Contratada pela Calidus LLC para desenvolver dois protótipos (entregues), a Novaer passa por dificuldades.

02/02/2018 | São José dos Campos, SP

Roberto Caiafa

No dia 1º de fevereiro de 2018, a indústria aeroespacial brasileira foi sacudida por uma notícia inesperada.

Destacada em vários artigos nas mais prestigiosas publicações do trade aeroespacial,  até recentemente, a Novaer, indústria aeronáutica sediada em São José dos Campos terminou o mês de janeiro anunciando demissões de funcionários.

Na nota a imprensa divulgada com texto escrito em caixa alta, pode-se ler "devido a dificuldades imprevistas, causadas pelo inadimplento contratual de seu principal cliente, foi forçada a efetuar o desligamento imediato de parte de seus empregados na data de hoje (1º de fevereiro de 2018)".

Ou seja, após o estrondoso sucesso alcançado na apresentação de dois protótipos do B-250 Bader no Dubai Air Show, aviões que foram transportados até os Emirados Árabes Unidos em um avião C-17 daquela Força Aérea (e por lá ficaram, obviamente), o pagamento da Novaer é esse?

Como fica todo o investimento da empresa? Qual o posicionamento do Governo Brasileiro em defesa da indústria nacional? Uma empresa estrangeira vem ao Brasil, adquire o projeto de um  avião virtual concorrente do T-27/A-29 Super Tucano, busca (sequestra) os protótipos com apoio do Governo de seu País, e depois simplesmente não paga?

E a tecnologia da aeronave TXC, desenvolvida com recursos do FINEP? E a Novaer e seus empregados? E a dignidade dos brasileiros que colocaram seu suor a serviço deste contrato? A diplomacia brasileira vai aceitar esse ultraje?

No momento, só perguntas, já que as respostas ainda são inexistentes, pois a Calidus LLC, empresa que contratou a Novaer, não se pronunciou oficialmente até o momento.

A reportagem de Infodefensa Brasil está acompanhando de perto a situação, e voltará com mais informações assim que possível.

A seguir, a nota a imprensa divulgada pela assessoria de imprensa da Novaer, tal como recebida, em caixa-alta (quase um pedido de socorro):

NOTA À IMPRENSA

A NOVAER, INDUSTRIA AERONÁUTICA SEDIADA EM SÃO JOSÉ DOS CAMPOS INFORMA COM PESAR QUE, DEVIDO A DIFICULDADES IMPREVISTAS, CAUSADAS PELO INADIMPLEMENTO CONTRATUAL DE SEU PRINCIPAL CLIENTE, FOI FORÇADA A EFETUAR O DESLIGAMENTO IMEDIATO DE PARTE DE SEUS EMPREGADOS NA DATA DE HOJE.

ESSA DECISÃO FOI TOMADA NESTE MOMENTO EM QUE A EMPRESA TEM CONDIÇÕES DE CUMPRIR TODOS OS COMPROMISSOS TRABALHISTAS COM TODOS OS EMPREGADOS. POSTERGAR ESSA DECISÃO PODERIA COMPROMETER A CAPACIDADE DE ATENDER A TAIS COMPROMISSOS.

A EMPRESA ESTÁ UTILIZANDO TODOS OS MEIOS PARA REVERTER A SITUAÇÃO ATUAL E SUPERAR AS DIFICULDADES MOMENTANEAS, COM O OBJETIVO DE RETOMAR O RITMO NORMAL DE SUAS ATIVIDADES O MAIS RAPIDAMENTE POSSIVEL.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje