menú responsive
AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

Plan modernização da artilharia

Avibras e Elbit Systems apresenta modelos de auto-propelido obus para o Brasil

CAESAR 155 mm CAIAFA

23/09/2015 | São Paulo

Roberto Caiafa

A Arma de Artilharia do Exército Brasileiro (EB), de acordo com os Requisitos Operacionais Básicos (ROB) publicados nos Projetos Estratégicos do Exército (PEE) precisa passar por uma atualização. Os obuseiros auto-rebocados em uso são muito pesados, complexos e com alcance insuficiente, demandam mais soldados por peça, apresentam baixa mobilidade e cadência de fogo sofrível. Com o advento da simulação virtual no EB, após a introdução do simulador Sistema de Apoio de Fogo (SAFO) na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e no Centro de Avaliação e Adestramento Sul (CAA-Sul), ficou patente a inferioridade tecnológica dos artilheiros de campanha brasileiros e a necessidade de atualização do material e da doutrina.

Nos estudos da Nova Força Terrestre do século XXI, surgiu o conceito da Brigada de Infantaria Mecanizada capaz de operar integrada na Defesa Nacional ou como Força Expedicionária auto-suficiente. Essa tropa terá como premissa alta mobilidade aeroestratégica e agilidade no

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje