menú responsive
AMÉRICA | Seguridad
-/5 | 0 votos

LAAD Security 2016

Cellebrite oferece no Brasil um sistema forense móvel para decodificação

 DSC0148low

16/04/2016 | Rio de Janeiro

Roberto Caiafa

A empresa israelense Cellebrite está na LAAD Security 2016 promovendo um laboratório de criminalística digital portátil. Com ele os investigadores podem levar ao trabalho de campo uma tecnologia capaz de desvendar qualquer tipo de informação contida na memória de celulares e smartphones.

O dispositivo universal de extração forense (UFED) da Cellebrite permite a decodificação de extração judicial de conteúdo digital de celulares, tablets ou GPS, armazenados no aparelho ou em nuvem privada, de suspeitos ou vítimas de crimes.

A informação é obtida mesmo que os conteúdos sejam bloqueados por senha e criptografia, ou ainda, que tenham sido apagados da memória pelo usuário.

Com a linha UFED é possível extrair informações ocultas através de perfis virtuais falsos ou não informados pelo suspeito, ou ainda, informações sobre dados privados  de pessoas investigadas que estão

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje