menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

4 toneladas de pó de dióxido de urânio (UO2)

Argentina compra combustível nuclear do Brasil por US$ 4,5 milhões

17 10 Brasil envia carga de urânio enriquecido para Argentina

24/10/2016 | São Paulo

Roberto Caiafa

O Brasil vai enviar para a Argentina 4 toneladas de pó de dióxido de urânio (UO2) para o abastecimento de um reator localizado na cidade de Lima, ao norte da capital Buenos Aires. É a primeira vez que o país exporta urânio enriquecido.

A autorização foi dada pela Presidência da República na última sexta-feira (14). Pela carga, a empresta estatal Combustibles Nucleares Argentinos (Conuar) pagou US$ 4,5 milhões às Indústrias Nucleares do Brasil (INB), empresa vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O contrato foi assinado em junho de 2016.

"Essa é a primeira exportação de urânio enriquecido no Brasil. Isso é um fato importante, porque coloca o País num clube muito peculiar, que é o dos exportadores de urânio enriquecido. Isso é muito importante, dá uma relevância muito grande ao desenvolvimento tecnológico que nós atingimos", ressaltou o presidente da INB,

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje