menú responsive
AMÉRICA | Plataformas
-/5 | 0 votos

Um investimento de R$ 2,1 bilhões para 18 anos de funcionamento

Jungmann conhece o Centro de Operações Espaciais (COPE) do Satélite SGDC

1 SGDC Entrega 1

27/01/2017 | Montevideo

Roberto Caiafa

Esse satélite vai acabar com o apartheid digital no Brasil. Essa foi a importância atribuída pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, ao Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC).

Jungmann foi conhecer o Núcleo do Centro de Operações Espaciais (NUCOPE), que deve em breve se tornará o Centro de Operações Espaciais (COPE), em Brasília.

A organização militar da Força Aérea Brasileira (FAB) será responsável pela operação e monitoramento do SGDC. Todo brasileiro, do Oiapoque ao Chuí, da Cabeça do Cachorro, lá no Amazonas, até Fernando de Noronha, vai dispor de banda larga. É o maior projeto de inclusão digital que nós já temos. Mas, além disso, esse satélite, que será controlado aqui pela FAB, na sua parte de comunicações governamentais e defesa, e pela Telebrás, na parte comercial, vai propiciar segurança das comunicações na área de defesa e na área governamental, afirmou

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje