menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Centro Espacial da Guiana Francesa

O SGDC, pronto para lançar quando a greve termina

O SGDC tem uma plataforma do tipo Spacebus 4000 C4. Imagens: Visiona

O SGDC tem uma plataforma do tipo Spacebus 4000 C4. Imagens: Visiona

29/03/2017 | São Paulo

Roberto Caiafa

Dirigentes do Centro Espacial da Guiana Francesa anunciaram que o lançamento do foguete Ariane 5 contratado para colocar em órbita dois satélites (um brasileiro e um sul-coreano) não será realizado até que a "situação trabalhista" seja resolvida.

A operação foi adiada por conta de uma greve que atingiu inclusive trabalhadores envolvidos na movimentação do veículo espacial.

"Cabe às autoridades competentes e aos representantes eleitos resolver esta situação", disse Didier Faivre "O lançamento do foguete para pôr em órbita um satélite da Telebras e outro da sul-coreana Ktsat foi adiado devido a um piquete na entrada do Centro Espacial de Kourou e a uma greve de trabalhadores da empresa Endel, responsável pelo traslado do foguete para a plataforma de lançamento".

A companhia europeia Arianespace informou em um comunicado que "A evolução da situação não permite a retomada das operações para o lançamento VA236

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje