menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Um contrato de 99,6 milhões de dólares

Jungmann inspeciona os trabalhos da estação antártica Ferraz

200 operários da China National Electronics Import & Export Corporation (CEIEC) trabalham na obra.

200 operários da China National Electronics Import & Export Corporation (CEIEC) trabalham na obra.

16/02/2018 | Belo Horizonte, MG

Roberto Caiafa

Na 1ª semana de fevereiro o ministro da Defesa do Brasil, Raul Jungmann, vistoriou as obras da nova Estação Antártica Comandante Ferraz, base de pesquisa que pertence ao Brasil, no continente gelado. 

O ministro desembarcou primeiramente na base antártica chilena presidente Eduardo Frei Montalva e de lá, seguiu de helicóptero até o canteiro de obras da estação brasileira, onde recebeu as informações sobre o andamento do trabalho.

"Aqui são desenvolvidas pesquisas do mais alto nível e o Brasil mostra sua bandeira. Mais uma vez demonstra que é um país que se preocupa com a humanidade e o meio ambiente", declarou Jungmann ao final da visita à estação, que está sendo reconstruída após um incêndio em 2012.

Devido às condições climáticas extremas do inverno antártico, as obras de reconstrução só ocorrem entre os meses de novembro e março de cada...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje