menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Falta de dinheiro e certeza de baixas

Brasil desiste da Missão de Paz na República Centro Africana

Após meses de negociações, o Brasil desistiu de enviar seus soldados para República Centro Africana.

Após meses de negociações, o Brasil desistiu de enviar seus soldados para República Centro Africana.

12/04/2018 | São Paulo, SP

Roberto Caiafa

O envio de tropas brasileiras para a missão de paz da ONU na República Centro-Africana foi cancelado pelo governo brasileiro. Intervenção Federal no Rio de Janeiro e a Crise Humanitária em Roraima (Fronteira Brasil-Venezuela) são os principais motivos alegados, mas o temor de entrar despreparado em um conflito de graves proporções acabou falando mais alto: faltam blindados leves, proteção extra para a tropa, logística mecanizada e inúmeros outros implementos tecnológicos necessários.

A intervenção federal na área de segurança no Rio monopolizou o orçamento do governo para as Forças Armadas.

Somado a isso, ocorreu o deslocamento de soldados para atender a situação de emergência de refugiados venezuelanos na fronteira com Roraima.

A missão da ONU no país – chamada Missão Multidimensional para a Estabilização da República Centro-Africana, a Minusca – começou em 2014, mas não livrou o país de uma guerra civil

O Brasil poderia estar se metendo...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje