menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

Manter ou Modernizar, eis a questão!

O cenário atual de carros de combate no Brasil

No curto prazo, o Leopard 1A5 BR fica como está, sem modernização.

No curto prazo, o Leopard 1A5 BR fica como está, sem modernização.

16/05/2018 | Belo Horizonte, MG

Roberto Caiafa

Exército Brasileiro

A compra do material alemão KMW Leopard 1A5 BR (canhão L7 de 105 mm), mais unidades especializadas escola, lança pontes, veículo oficina resgate especializado e veículo de engenharia, totalizando 240 blindados, reconstruiu a capacidade da Arma de Cavalaria do Exército Brasileiro. (Os Leopard 1Be/1A1 mais antigos estão sendo desativados).

A consolidação de uma nova fase do Centro de Instrução de Blindados, reinstalado em Santa Maria (RS) com recursos tecnológicos de treinamento modernos, permitiu ao Exército Brasileiro obter um alto índice de profissionalismo dos operadores e excelentes resultados no emprego do sistema de armas Leopard.

A chegada dos 36 KMW Gepard antiaéreos (35 mm Oerlikon) proveu uma muito necessária (e inexistente anteriormente) defesa antiaérea de baixa altura as colunas blindadas deslocando-se no terreno.

No futuro imediato, existe um contrato assinado com a KMW do Brasil para manter/extender a manutenção...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje