menú responsive
AMÉRICA | Tierra
-/5 | 0 votos

Especial blindados de transporte en Latinoamérica

Brasil, um parque blindado no processo de modernização

CLanf o Corpo de Fuzileiros Navais

CLanf o Corpo de Fuzileiros Navais

18/07/2018 | São Paulo

Roberto Caiafa

Na atualidade, dois veículos blindados, um sobre esteiras e o outro sobre rodas, dominam o cenário de transporte de tropas: o veterano VBTP M113B (modernizado em diferentes versões) e o VBTP-MR 6x6 Guarani.

Do primeiro, o EB alinha um total de 585 unidades. Do segundo, a Força Terrestre já recebeu cerca de 350 de uma encomenda de 2000 exemplares em diferentes versões. Em fim de carreira, mas ainda militarmente importante, o EE-1 Urutu, da Engesa, é o terceiro carro de transporte do EB. A VBTP-MR 6X6 está substituindo aos poucos os Engesa EE-11 Urutu adotados pelo EB na década dos 70 e ainda existentes em bom número.

O M113 constitui a maior família de veículos blindados sobre lagartas do mundo, contando com mais de 80 mil unidades atualmente em serviço em pelo menos 44 países. No Brasil, a BAE Systems obteve contratos em 2011 e 2016 para atualizar 386 unidades do modelo VBTP M113B do Exército. A empresa vem trabalhando em parceria com o Exército para realizar o programa de modernização do VBTP M113B  no Brasil, no Parque Regional de Manutenção 5 do Exército, em Curitiba (PR).  

A atualização para a configuração M113 A2 MK1 mais recente inclui a reforma do casco e dos componentes, e a substituição ou atualização dos motores, transmissões e sistemas de resfriamento, conferindo um nível superior de desempenho geral, flexibilidade operacional e prontidão ao veículo

A Marinha do Brasil possui 24 VBTP M-113 na versão de transporte de tropas. Em 2008, um contrato assinado com a Israel Military Industries (IMI) via Comissão Naval Brasileira em Londres (CNBE). Os trabalhos de modernização dessa frota foram realizados pelo Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais (CTecCFN) com assistência da IMI.

Programa Estratégico Guarani do Exército tem o objetivo de desenvolver e adquirir uma moderna família de blindados sobre rodas para o EB. Com capacidade para 11 tripulantes, as viaturas Guarani são os primeiros blindados brasileiros com proteção antiminas. Sua base foi construída para suportar até seis quilos de explosivo. O 6x6 Guarani com capacidade anfíbia está imerso em diversos processos de modernização, ainda a serem aprovados, uma vez que o Exército concentrou seus recursos imediatos no recebimento de versões mais simples do Guarani.

Outros veículos de transporte anfíbio

 

O EE-11 Urutu é um blindado leve e com capacidade anfíbia. Recebeu diferentes equipamentos de acordo com as necessidades dos clientes. Atualmente, o Exército Brasileiro está desenvolvendo um programa de modernização destes veículos, de modo a estender sua vida útil, pois sua blindagem não suportava munição perfurante moderna. Essas modernizações foram introduzidas como resultado dos 13 anos de emprego operacional do veículo no Haiti, como integrante da Minustah, Missão de Pas da ONU para a Estabilização do Haiti.

O Mowag Piranha é um veículo blindado de transporte de pessoal disponibilizados nas versões 4x4, 6x6, 8x8 e 10x10 e fabricados pela austríaca Mowag GmbH. Mesmo sendo uma viatura sobre rodas, possui boas condições de deslocamento através de campo, devido à existência de um sistema central de calibragem dos pneus (central tire inflation system – CTIS), que ajusta a pressão dos pneus à natureza do solo. Possui ainda elevada mobilidade, particularmente sobre eixos apoiados por estradas e em ambiente urbano, proporcionada pelo seu sistema de tração 8x8, aos dois eixos direcionais e elevada potência do motor.

O Carro Lagarta Anfíbio (CLAnf) é um veículo blindado de transporte de pessoal, empregado pelo Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) do Brasil em desembarques anfíbios, com a finalidade de proteger e dar mobilidade à tropa. O CFN está atualmente modernizando sua frota de CLAnf através do upgrade para o padrão Reliability, Availability, Maintainability/Rebuild to Standard (RAM/RS). O CLAnf padrão RAM/RS supera, em todos os aspectos, as gerações anteriores, possui motor mais potente, nova transmissão e sistema de suspensão atualizado, oferecendo melhor mobilidade, maior velocidade, facilidade de operação e condições de conforto e segurança à tropa embarcada.

A aquisição de mais 23 unidades, que já serão entregues modernizadas para o padrão RAM/RS, foi fruto de um contrato assinado entre a Marinha do Brasil (MB) e a Marinha dos Estados Unidos da América (EUA). Após a chegada do lote final, prevista para ocorrer ao final de 2018, a Força de Fuzileiros da Esquadra terá em seu acervo operacional 49 unidades de veículos blindados anfíbios CLAnf, liderando o quantitativo no Hemisfério Sul.

 

M113 A2 MK1

 

M113 

 

EE-11 Urutu

 

6x6 Guaraní

 

Mowag Piraña 

 

CLAnf 

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje