menú responsive
AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

Lance mínimo é de 5,3 milhões de reais.

Porta Aviões São Paulo está a venda

O NAe São Paulo em 2017, quando foi desativado, sendo rebocado para o AMRJ.

O NAe São Paulo em 2017, quando foi desativado, sendo rebocado para o AMRJ.

27/09/2019 | Belo Horizonte

Roberto Caiafa

O Ministério da Defesa do Brasil, por meio do Comando da Marinha e a Empresa Gerencial de Projetos Navais (Emgepron), anunciou a abertura do processo de licitação para vender o casco do porta-aviões NAe São Paulo.

Segundo o informe publicado no Diário Ocial da União, o lance mínimo para arrematar o ex-nau capitânea da Esquadra é de R$ 5.309.733,65.

Maior embarcação militar que serviu com a bandeira brasileira, o navio-aeródromo São Paulo foi adquirido pela Marinha no ano 2000, comprado da França por US$ 12 milhões durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

O navio foi o substituto do NAeL Minas Gerais, que operou no Brasil entre 1960 e 2001, e posteriormente acabou vendido como sucata,sendomdesmantelado em Palang (Índia).

Quando ainda estava ativo, o São Paulo era o porta-aviões mais antigo do mundo.

O navio foi lançado ao mar em 1960 e serviu com a Marinha...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje