menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Fábrica de Sevilha (Espanha)

Airbus entrega a segunda aeronave SC-105 à Força Aérea Brasileira

191114ASO2 Anderson Soares

18/11/2019 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez recebeu, nesta quinta-feira (14), em Sevilha, na Espanha, a segunda aeronave SC-105, de Busca e Salvamento, do Projeto CLX-2, em cerimônia realizada pela Airbus Military.

O evento contou com a presença do Embaixador do Brasil na Espanha, Pompeu Andreucci Neto; do Presidente da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), Major-Brigadeiro Engenheiro Fernando Cesar Pereira Santos; do Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), Brigadeiro do Ar Valter Borges Malta; do Diretor de Programas da Airbus Madri, Felipe Steinmetz; de representantes do GAC-Sevilha e da Gerência do Projeto, de uma tripulação do Esquadrão Pelicano e de integrantes da Airbus.

O FAB 6551 é a primeira aeronave do projeto a ser entregue com o sistema de reabastecimento em voo, o que permitirá à mesma ser reabastecida em pleno voo e ampliar a sua capacidade operacional.

Em seu discurso, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Bermudez, enalteceu o desempenho operacional do SC-105, com equipamentos de alta tecnologia, proporcionando, assim, maior eficácia no cumprimento de Missões de Busca e Salvamento. "A inclusão desse vetor no acervo da FAB corrobora com nosso compromisso de Controlar, Defender e Integrar os 22 milhões de quilômetros quadrados sob a responsabilidade do Comando da Aeronáutica (COMAER)", ressaltou.

Emprego

 

O emprego da nova aeronave potencializa a operacionalidade da Aviação de Busca e Salvamento da FAB, seja nas Missões de Ajuda Humanitária ou na busca a uma aeronave acidentada, nas quais a participação do vetor é de grande relevância.

Dotado de um sistema eletro-óptico infravermelho (EO/IR (Electro-Optical and Infrared) FLIR Systems Star SAFIRE sob o nariz, o SC-105 pode detectar, por exemplo, uma aeronave encoberta pela vegetação ou até mesmo uma pessoa no mar. O registra imagens coloridas, pode aproximá-las em 18 vezes e operar em ambiente de baixa luminosidade. Esse equipamento mais o radar permitem ao avião operar de dia ou a noite com a mesma eficiência.,

O modo de operação em que o sensor de infravermelho é utilizado conta ainda com zoom de 71 vezes e funciona detectando o contraste termal, ou seja, por diferença de temperatura. Ele consegue gerar uma imagem independente de luz ambiente. O sistema pode gravar até 6 horas de imagens.

Instalado no ventre da aeronave, o radar de busca multimodo Elta EL/M-2022A(V)3 que equipa o SC-105 Amazonas tem capacidade de monitorar, em 360 graus e simultaneamente, até 640 alvos em um raio de 370 quilômetros, além de detectar alvos tão pequenos quanto um bote e acompanhá-los em movimento na superfície com até 139 km/h.

Além disso, pode captar imagens com resolução de até um metro quadrado dentro de uma área de 2,5km x 2,5km.

Para observação e monitoramento da missão, o SC-105 Amazonas possui duas janelas em forma de bolha nas laterais da parte traseira da fuselagem e mais duas na parte dianteira, ambos os postos dotados com assentos de observação especiais. 

As janelas para observação e monitoramento proporcionam ampla visão em todas as direções, sendo fundamentais nas missões SAR iniciadas sem informações precisas da localização do objetivo.

O avião está equipado com o sistema tático FITS (Fully Integrated Tactical System), que gerencia as informações captadas pelo radar de busca e a torreta EO/IR, fundindo as informações e apresentando uma leitura tática nas telas dos consoles de missão.

Esses aviões, assim como o restante da frota, estão equipados com dois motores Pratt & Whitney Canada PW127G com 3.058 shp e hélices Hamilton Standard 586-F com seis pás de passo reversível.

Imagens: FAB/Airbus.

 

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje