menú responsive
AMÉRICA | Defensa
-/5 | 0 votos

O futuro da indústria de defesa brasileira

Crise de Covid-19 no Brasil: repercussões nos programas do Exército (1)

Veículo blindado Iveco 4WD LMV. Foto: Roberto Caiafa

Veículo blindado Iveco 4WD LMV. Foto: Roberto Caiafa

23/04/2020 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

A crise econômica causada pelo novo coronavírus revela um cenário caótico para as empresas do setor de Defesa brasileiro no futuro imediato após a pandemia. Na primeira parte deste relatório especial, o Infodefensa.com descreve o panorama atual da indústria, descrevendo a situação em que estão os diferentes programas de armas do Exército Brasileiro.

A parte dificuldades permanentes para a indústria de Defesa brasileira como a falta de previsibilidade orçamentária, a baixa escala de encomendas e os longos períodos sem compras governamentais capazes de alavancar o setor, a crise política em meio a pandemia tem potencial catastrófico para dificultar mais ainda a existência do setor.

A Base Industrial de Defesa brasileira

 

Falar da BID Brasil na atualidade é falar da Embraer Defesa e Segurança, Taurus Armas, estas duas gigantes transnacionais, e outras pouquíssimas empresas que conseguem investir recursos na construção de...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje