menú responsive
AMÉRICA | Aire
-/5 | 0 votos

Propriedade da força aérea

Brasil abre Centro Espacial de Alcântara para o mercado mundial de lançadores

Centro Espacial de Alcântara: localização é uma das melhores do mundo.

Centro Espacial de Alcântara: localização é uma das melhores do mundo.

28/05/2020 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

O Comando da Aeronáutica (Força Aérea Brasileira), responsável pela gestão do Centro Espacial de Alcântara (CEA), firmou um Acordo de Cooperação Nº 01/2020 com a Agência Espacial Brasileira (AEB), visando realizar as tratativas iniciais com empresas, nacionais ou estrangeiras, interessadas em utilizar os bens e serviços para o lançamento de veículos espaciais não militares empregando o CEA.

A Agência Espacial Brasileira é uma autarquia pública federal vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) com a finalidade de promover o desenvolvimento das atividades espaciais de interesse nacional.

O Edital resultante desse acordo de cooperação tem como objetivo identificar empresas, nacionais ou estrangeiras, interessadas em realizar operações de lançamentos suborbitais e orbitais empregando o CEA, bem como prover informações sobre o processo contratual, incluindo os processos de licenciamento e autorização para lançamento espacial.

O CEA consiste no conjunto de bens e serviços utilizados para o lançamento de veículos espaciais não militares em território nacional, proporcionando uma infraestrutura necessária para dar suporte às atividades específicas de empresas de lançamento. Essa condição é necessária para viabilizar a inserção brasileira no mercado internacional e regional na área espacial.

Em termos comparativos, essa importante instalação espacial brasileira possui características únicas como a localização privilegiada dos sítios disponíveis, a aproximadamente 2º18’ a sul do equador; proximidade do mar, o que possibilita lançamentos em órbitas polares e equatoriais; baixa densidade demográfica; ausência de incidência de terremotos e furacões; baixa densidade de tráfego aéreo; e localidade ideal para lançamentos sob demanda (responsive launches), entre outras.

 

Imagens: Agência Espacial Brasileira/Gino Marcomini

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje