menú responsive
AMÉRICA | Plataformas
-/5 | 0 votos

Avaliações do protótipo da aeronave

A Força Aérea Brasileira voa pela primeira vez na aeronave Embraer T-27M Tucano modernizado


La Fuerza Aérea Brasileña vuela por primera vez el avión Embraer T-27M Tucano modernizado


03/11/2020 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

O primeiro voo do Embraer T-27M Tucano modernizado (matrícula FAB 1446) decolou do Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA LS) e durante 2 horas e 5 minutos foram verificados diferentes níveis de degradação do sistema elétrico, funcionamento dos sistemas de emergência, avaliação do sistema anemométrico e da integração dos novos equipamentos incorporados, incluindo aí sistemas de referência de atitude e navegação.

O voo foi suportado por uma aeronave paquera a fim de garantir a segurança do ensaio.

O ministro da Defesa do Brasil, Fernando Azevedo e Silva, que retornava de uma visita a Iveco Veículos de Defesa acompanhado do seu par argentino, Agustín Rossi, conferiu de perto o Tucano modernizado após o helicóptero que transportava a comitiva pousar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (Confins), que fica praticamente ao lado da pista do PAMA LS.

Um protótipo em 45 dias

 

A modernização, contratada pela Força Aérea a empresa brasileira Albatross tem como objetivo aperfeiçoar a formação dos cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), preparando-os para voarem no futuro os modernos caças Gripen E/F, e introduzir soluções logísticas como a substituição de itens obsoletos da aeronave.

A modernização realizada pela Albatross em parceria com o PAMA LS inclui um novo painel de instrumentos, adaptando os T-27M às novas regras de tráfego aéreo, como os procedimentos RNAV e RNP (tradução do inglês, Navegação de Área e Performance de Navegação Requerida).

A nova aviônica também atende às novas demandas de formação dos pilotos da FAB e reduz drasticamente as obsolescências logísticas existentes.

Em paralelo à modernização das aeronaves, são desenvolvidos também sistemas de simulação digitalizados para que esses auxílios à instrução reflitam fielmente a nova configuração, o que irá colaborar para uma formação mais moderna e eficiente.

A previsão é de modernizar 42 células no PAMA LS até dezembro de 2022. As primeiras aeronaves T-27M de série serão entregues no primeiro semestre de 2021. 

Personagens do 1º voo

 

O voo inaugural do T-27M foi realizado pelo coronel aviador Marcelo Zampier Bussmann, piloto de ensaio e diretor do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), tendo como engenheiro de ensaio (GIB) o tenente Matheus Pacheco Guanabara Santiago.

“A nova aviônica comportou-se muito bem, a despeito da integração ser bastante complexa”, afirmou Santiago. “De forma geral, o sistema incorporado é muito robusto e moderno. Ele permitirá que os cadetes tenham contato com uma plataforma bastante atual, facilitando sua adaptação para os novos vetores da FAB, como o KC-390 Millennium e o F-39 Gripen. Da mesma forma, os sistemas backup melhoraram substancialmente, aumentando a segurança da operação na AFA e no contexto atual da navegação aérea”, complementou o Coronel Bussmann.

O voo foi coordenado pelo diretor do PAMA LS, coronel aviador Marcelo Reed Sardinha, que destacou a importância do evento:

“Esse dia é um marco para a FAB e está sendo uma grande vitória para nós. Isto é fruto de 45 dias de trabalho ininterruptos dos nossos técnicos, inspetores e engenheiros. Para que o nosso sonho se concretizasse, foi realizado um esforço conjunto da Diretoria de Material Aeronáutico e Bélico (DIRMAB), do IPEV, Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e do Instituto de Logística da Aeronáutica (ILA), com as orientações do Comando-Geral de Apoio (COMGAP). O sucesso da missão, atrelado ao reduzido tempo de implementação, é um grande feito para a aviação”, concluiu.

Imagens: PAMA LS/Força Aérea Brasileira

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje