menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

72 unidades no total

Saab Brasil completa produção dos primeiros freios aerodinâmicos para o F-39 Gripen

Imagens: Saab/Roberto Caiafa

Imagens: Saab/Roberto Caiafa

02/03/2021 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

A fábrica de aeroestruturas da Saab no Brasil, a SAM, concluiu a produção do primeiro par de freios aerodinâmicos do Gripen E. A peça será enviada para Linköping, na Suécia, no início de abril, conforme o cronograma de produção da empresa.

"Este é um grande marco, que representa também um aquecimento para o início da produção de pacotes de trabalho mais complexos, como a fuselagem traseira. Esta entrega comprova que nosso processo está maduro e mostra para o Governo Brasileiro e a Força Aérea Brasileira que estamos prontos para os próximos passos", ressaltou Alexandre Barbosa, gerente de Engenharia na fábrica brasileira da Saab.

Feito a partir da união de peças de ligas de alumínio e fibra de carbono, a produção deste par de freios aerodinâmicos começou em outubro de 2020. No total, serão produzidos 72 unidades, dos quais 36 vão ser utilizados no Gripen E/F adquiridos pela Força Aérea Brasileira.

Freios aerodinâmicos e o cone de cauda

 

Não é coincidência que os dois primeiros pacotes de trabalho tenham sido os freios aerodinâmicos e o cone de cauda, entregue em dezembro de 2020, uma vez que estas são partes menos complexas comparadas com os próximos pacotes que a Saab irá produzir no Brasil, permitindo a consolidação do processo de produção com um todo.

"Consolidar o processo no início faz com que economizemos tempo na implementação da produção dos demais pacotes de trabalho, como a fuselagem traseira e dianteira e o caixão das asas, porque já teremos implementado o fluxo em operações menos complexas", explicou Ola Rosén, diretor de Operações da fábrica.

Única fábrica dos aeroestruturas do Gripen fora da Suécia, todo processo é monitorado de perto pela Saab, em Linköping, para dar suporte para os profissionais daqui. Ao mesmo tempo, a análise de riscos realizadas pelos engenheiros brasileiros contribuem para melhorias e novas formas de trabalho não só na fábrica brasileira, como também na sueca.

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje