menú responsive
AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

Entrevista Infodefensa.com

J. A. de Araujo Lampert (Brasil): "Ainda não temos um orçamento definido para a construção de barcos de patrulha oceânica"

João Alberto de Araujo Lampert

João Alberto de Araujo Lampert

30/03/2021 | Belo Horizonte

Roberto Valadares Caiafa

A Marinha do Brasil tem como missão defender mais de 7.000 quilômetros de litoral, uma Zona Econômica Exclusiva rica em recursos naturais vitais para o futuro do país e ainda precisa manter as rotas marítimas comerciais seguras, pois é pelo modal marítimo que mais de 90% do comércio acontece.

Novas ameaças, como a pesca predatória ilegal no Atlântico ou a cada vez maior presença de piratas do Golfo da Guiné, dentre outras, demandam novas capacidades e respostas mais incisivas por parte da Marinha do Brasil. 

Para entender esse complexo quadro de responsabilidades navais, entrevistamos o contra-almirante João Alberto de Araujo Lampert, diretor do Centro de Comunicação Social da Marinha.

Qual o papel do Emgepron na realização do novo programa de navios de apoio da Antártica? O barco será feito no Brasil?

O modelo de negócio estruturado para contratação da construção, no Brasil, de uma Embarcação de Apoio Antártico (Napant), a partir da seleção da melhor...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje