menú responsive
AMÉRICA | Empresas
-/5 | 0 votos

Multa milionária de US$ 206 milhões

Embraer fecha acordo milionário com as Justiças Americana e Brasileira, anuncia demissões e enfrenta boato.

chalkboard2

26/10/2016 | São José dos Campos (SP)

Roberto Caiafa

O Grupo Embraer terá de honrar uma multa milionária avaliada em US$ 206 milhões, encerrando um caso de corrupção investigado pelas Justiças dos Estados Unidos da América e do Brasil.

Segundo informa essa investigação, ficou comprovado que a empresa pagou propina em negociações feitas na Índia, Arábia Saudita, República Dominicana e Moçambique.

A Embraer terá que adotar normas de "compliance" (medidas anticorrupção) mais "rígidas", pois será fiscalizada por dois monitores externos, um brasileiro e outro norte­-americano, em um acordo assinado entre a Embraer, o Departamento de Justiça dos EUA, a Securities and Exchange Commission ou SEC (órgão que regula o mercado de capitais norte-­americano), o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro e a CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A Justiça americana já investigava a empresa desde 2010 por causa da venda de aviões militares para a República Dominicana.

Timeline das investigações

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje