EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV

WEG

O submarino Humaitá da Marinha do Brasil faz seu primeiro mergulho

O Submarino Humaitá realizou, no dia 4 de novembro, o teste de imersão estática, procedimento decisivo para a avaliação de sua estabilidade no mar, e avançou mais um passo no cronograma do Programa de Submarinos (Prosub).O segundo dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica do Prosub fez a avaliação em área marítima próxima ao Complexo Naval de Itaguaí, na Baía de Sepetiba, litoral Sul do estado do Rio de Janeiro, e obteve mais um marco na série de avaliações para a entrega de mais um submarino ao Setor Operativo da Marinha, prevista para o segundo semestre de 2023.Foto: MBA imersão estática do Humaitá consiste na admissão controlada da água nos tanques de lastro do submarino, até a sua imersão completa, sem utilizar sua propulsão. Com o submarino mergulhado, utilizando movimentações de pesos posicionados ao longo do submarino, é verificada a resposta da plataforma em termos de ângulos de inclinação crescentes, obtendo-se assim os parâmetros de estabilidade transversal e longitudinal.É também verificado o volume de água que foi admitido nos tanques internos de compensação e de trimagem , essenciais para determinar com precisão o seu deslocamento na condição de imersão e confirmar os valores teóricos calculados durante a fase de projeto.Além disso, foram realizados os testes de funcionamento da guarita de salvamento e lançamento de pirotécnico de exercício. Ambos os testes destinam-se a verificar a eficiência de sistemas diretamente relacionados aos recursos de salvamento existentes nessa classe de submarinos, sendo requisitos essenciais para a condução segura da fase de testes de aceitação no mar.Foto: MB