Brasil investe 11 milhões de dólares em armas e treinamento da Polícia Federal
EDICIÓN
| INFODRON | INFOESPACIAL | MUNDOMILITAR | TV
Seguridad (Portugués) >

Brasil investe 11 milhões de dólares em armas e treinamento da Polícia Federal

Imagens: Polícia FederalRoberto Caiafa
|

A Polícia Federal do Brasil está imersa em diversos processos de investimentos, avaliados em 11 milhões de dólares, para a incorporação de equipamentos de combate a crimes violentos, a ampliação da Academia Nacional de Polícia e o recrutamento de até 2.000 novos policiais.

Entre o material destinado ao combate ao crime estão novos veículos blindados. De acordo com as imagens de um vídeo institucional veiculado pela Polícia Federal em todas as suas redes sociais, o veículo blindado adquirido seria o APC Scorpion do Grupo Streit (Emirados Árabes Unidos), mas não há comunicado oficial ou contrato firmado na compra desses carros, de acordo com as informações disponíveis no Portal da Transparência do Ministério da Justiça.

Além disso, a força de segurança planeja comprar monoculares de visão noturna e designadores de laser. Essas tecnologias serão utilizadas pelas equipes especiais do Comando de Operações Táticas (COT) e dos Grupos de Pronta Intervenção (GPI) em todo o país.

Invista em treinamento

A Academia Nacional de Polícia vai construir uma cidade para a formação de estudantes, com vista à incorporação de 2.000 novos agentes, que a força pretende incorporar até 2022.

Nele, os alunos terão a oportunidade de receber uma formação de excelência, enfrentando situações simuladas que requeiram ação ou reação policial, e terão o apoio e orientação de professores e monitores para reconhecer a importância e o caráter indispensável do trabalho em equipe. no cumprimento do dever.

As instalações terão 35 ambientes cenográficos detalhados, a maioria deles em setores urbanos, que simulam realidades encontradas no cotidiano dos policiais, o que dará aos futuros policiais mais eficiência e habilidade na aplicação de conhecimentos em situações de tiro. tomando uma decisão.

Incorporação de pessoal

No que já foi anunciado como o segundo maior processo seletivo de sua história, a Polícia Federal apresentou, nos últimos dias de 2020, um concurso para admissão de diversas especialidades em 2021 e 2022.

O edital do concurso está previsto para ser publicado, oficialmente, no final de janeiro, para o preenchimento dos cargos de escrivão, delegado e agente federal. Serão 1.500 vagas em 2021 e outras 500 em 2022, com as quais a corporação alcançará a maior força de trabalho de sua história, cerca de 12.000 funcionários.



Recomendamos