menú responsive
AMÉRICA | Armada
-/5 | 0 votos

Programa de Recomposição do Núcleo do Poder Naval

As empresas interessadas no Programa Tamandaré têm até o dia 19 para apresentar suas propostas

O Projeto “Corveta Classe Tamandaré” receberá um investimento da ordem de US$ 1,6 bilhão.

O Projeto “Corveta Classe Tamandaré” receberá um investimento da ordem de US$ 1,6 bilhão.

09/01/2018 | Rio de Janeiro, RJ

Roberto Caiafa

O final do ano de 2017 pode ser considerado um marco na recente história da Marinha do Brasil.

Após “cortar na carne” e determinar a desmobilização do NAe A-12 São Paulo, a Marinha viu-se premida pela necessidade de incorporar com urgência novas escoltas de superfície modernas, pois a degradação das fragatas disponíveis é irreversível, devido a idade do material e obsolescência como sistema de armas.

Com as dificuldades orçamentárias, a crise fiscal e a grande soma necessária para viabilizar o PROSUPER e suas escoltas de 6.000 toneladas (fragatas), um “plano B” tomou forma nos corredores do Ministério da Defesa e Comando da Marinha do Brasil.

O caminho seria apostar em corvetas pesadamente armadas multimissão. Assim, foi lançado o “Projeto Corveta Classe Tamandaré“.

Na estratégia montada pelo Almirantado e pelo  Ministro da Defesa, Raul Jungmann, a empresa pública EMGEPRON** assumiu um papel fundamental, recebendo uma capitalização de recursos garantida através...

Contenido gratuito disponible para suscriptores

 

Si todavía no se ha suscrito, pinche aquí, el registro es totalmente gratuito. En caso contrario, introduzca sus datos:

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

SÍGUENOS EN

APPS

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje