menú responsive
AMÉRICA | Sistemas
-/5 | 0 votos

Argentina passa o comando do Fórum para o Brasil

Brasília recebe evento ibero-americano de Defesa Cibernética

Brasil sedia evento ibero-americano de Defesa Cibernética

Brasil sedia evento ibero-americano de Defesa Cibernética

06/05/2019 | Belo Horizonte, MG

Roberto Caiafa

Brasilia reuniu entre os dias 17 e 20 de abril o III Fórum Ibero-Americano de Defesa Cibernética (III FIDC), que contou com a participação de dez países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.

Durante a abertura do evento, ocorreu a passagem do cargo de Secretário do fórum, do General de Brigada Tomás Ramón Moyano, Comandante Cibernético da Argentina, para o General de Divisão Guido Amin Naves, Comandante Cibernético do Brasil, que ficará no posto pelo período de um ano.

Durante os três dias de atividades, os países compartilharam e debateram temas relacionados à cibernética com ênfase na capacitação de pessoal; base legal das ameaças; boas práticas; e ferramentas cibernéticas em uso pelos países membros do fórum.

A coordenação das atividades ficou a cargo do Comando de Defesa Cibernética - Comando Conjunto do Exército Brasileiro, no qual a Marinha está representada com oficiais e praças.

Na ocasião, representantes da MB foram agraciados com  diplomas  Amigo do ComDCiber, que reconhece as relevantes contribuições prestadas ao Comando de Defesa Cibernética.

Também foi realizada a premiação da equipe brasileira vencedora da II Cyber Olympics Militares da América, realizada em outubro de 2018, na Colômbia, que contou com a participação de militares das Forças Armadas de 18 países.

O grupo do Brasil foi representado por militares das três Forças e o terceiro-sargento Leandro Renan Cardozo Barreto, do Centro de Tecnologia da Informação da Marinha, representou a Força Naval.

“O III Fórum Ibero-Americano de Defesa Cibernética foi mais uma oportunidade para a MB participar de relevantes discussões de temas que navegam no espaço cibernético”, afirmou o Chefe do Estado Maior Conjunto do ComDCiber, contra-almirante Francisco Neves.

Imagens: Ministério da Defesa

 © Information & Design Solutions, S.L. Todos los derechos reservados. Este artículo no puede ser fotocopiado ni reproducido por cualquier otro medio sin licencia otorgada por la empresa editora. Queda prohibida la reproducción pública de este artículo, en todo o en parte, por cualquier medio, sin permiso expreso y por escrito de la empresa editora.

ENVÍO DE LA NOTICIA A UN AMIGO
Correo electrónico
Tu nombre
Mensaje